Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

A COMITIVA DA POLÍTICA DE ÁGUAS LIMPAS

Deputada Federal Marinha Raupp é dama  de poder e domínio sobre a imensa sesmaria do Vale do Guaporé. Ela não nega o seu orgulho de assim ser reconhecida. Quando se põe o pé em suas terras, onde estiver, de imediato ela é contactada em seu celular ultrasecreto. Ela tem um só para o Vale. E o seu celular é verde.  Atrás dela vem uma tropa de fanáticos seguidores, eu sou um deles, Deputado Estadual Edson Martins, Josafá Marreiro e gente do DNIT. Tudo é assim mesmo. Junta da Marinha a gente pode falar com o seu povo. E é justamente isto que estou fazendo nesta viagem fantástica, olhando onde vista não alcança e se percebem segredos que não tem noutros lugares. O Vale do Guaporé que vai de mundo a mundo, do Cautário aos Urus, da Fazenda Pau d'Olhos ao Forte Princípe da Beira, de Porto Murtinho a Santo Antônio do Guaporé, do Brasil à Bolívia. Do Gauporé ao Rio São Miguel.  E por ali tem gente, tem cidades, tem sonhos, tem alegria de se viver onde o ar é bem mais puro.

Era noite e no sacolejo chegamos bem tarde à São Francisco, estômago agarrado à coluna e o cérebro faminto pedindo comida. E nos sentamos todos agoniados às mesas para  uma rodada de pizza, muitos abraços aos velhos amigos, uma mão de prosa sobre politica e suas vantagens e consequencias e depois descansar o corpo num colchão de hotel. E por sinal o corpo se ajustou muito bem às suas muitas curvaturas de todos os corpos cansados.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

UM PERFEITO IDIOTA LATINOAMERICANO

Alguns anos atrás seria inimaginável: os cidadãos da Venezuela, um país rico em petróleo, enfrentando racionamento de energia elétrica. Infelizmente, essa não é a única realidade que os venezuelanos enfrentam. A inflação em alta, a escassez de água, uma economia em queda livre e mais insegurança são alguns dos problemas que devastam a sociedade e a prosperidade futura. O número cada vez maior de venezuelanos se pergunta: como foi que chegamos até aqui? A resposta: Hugo Chávez e suas políticas equivocadas.

O homem que chegou ao poder protestando contra o governo e erros passados se tornou símbolo dessa mesma ineficácia. Motivado por um desejo cada vez maior de “controlar tudo”, nas palavras do jornal espanhol El País, Chávez se focou totalmente no trabalho de centralizar o poder sobre a sociedade venezuelana. Algumas de suas atitudes parecem engraçadas, como motivar os venezuelanos a tomar banhos de três minutos, mas as consequências são muito mais graves: a erosão da democracia, dos direitos civis mais básicos do país e a deterioração rápida do padrão de vida.

ADOÇÃO DE FILHO POR CASAL GAY

Histórica. Essa foi a definição do ministro Luis Felipe Salomão, relator do processo, sobre a decisão da Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que manteve a decisão do Ministério Público Federal (MPF) de permitir a adoção de duas crianças por um casal de mulheres do Rio Grande do Sul. A sentença favorável, emitida ontem, abre um precedente na Justiça brasileira que deve facilitar a vida de milhares de pessoas que vivem uma relação homoafetiva estável e que sonham com filhos adotivos.




A adoção individual, alternativa encontrada até agora por casais gays, costuma criar problemas legais. Nessa condição, geralmente, as crianças não têm direito aos benefícios que poderiam ser concedidos pela pessoa que não é a guardiã legal, como direito a plano de saúde, pensão alimentícia e herança.

terça-feira, 27 de abril de 2010

MARISA MONTE



Não vou lhe dizer que faço parte do "fã clube de Marisa Monte". Mas, gosto dela. Da sua música agradável, do seu jeito suave, de sua voz natural que flui tão suave como a brisa, ou água do igarapé. Flui sem esforço com a borboleta que flutua mansamente. Em 1987 conheci Mário Monte no extinto INAMPS em Brasilia. É o pai dela. Homem alto, agradável, atencioso. Depois Marisa estourou de sucesso no Brasil. Liguei o pai à filha e gostei dela. Mário e Marisa, o primeiro conheci pessoalmente e ela só de admiração. Não foi por coincidência não, sou fâ dela porque sou, sem explicação maior, só por "AMOR I LOVE YOU" jã me basta e todos os outros sucessos seguem como excelente sobremesa.

ALGUMA COISA ESTÁ ERRADA NO REINO DE ITAPUÃ DO OESTE

É isto mesmo que vocês estão lendo. Reino de Itapuã do Oeste. Vejam bem - hoje, estive em Itapuã do Oeste. O Prefeito João Testa não tem como enxugar mais os seus gastos. A sua folha de pagamento está estrapolando os seus próprios limites. O dinheiro cada vez mais curto. FPM caindo mês a mês. Ele não sabe mais o que fazer.  Enquanto isto, o reino de Itapuã continua maravilhoso.

Reino porque tem uma Floresta Nacional de mais de 215 mil hectares. Minérios de dá com o pau, cassiterita, serras de columbitas, volframita, topázio. Tem o lago de Samuel que produz energia, alaga o meio do município que é transposto por balsa.  Vejam bem - lagos e energia elétrica, floresta imensa e virgem, minerais à vontade. E o contracenso - município pobre. Povo desempregado, desanimado.

Fico pensando - e daí? o quê adianta ter tudo isto e ser pobre? Cadê a compensação por toda esta riqueza ao povo de Itapuã? Cadê?  Puxa vida, quando vejo o Rio de Janeiro chorando pelo petróleo, o povo manifestando na rua só pela iminência futura de poder dividir o bolo do pré-sal com o Brasil pobre, fico admirado com tanta injustiça. E Itapuã, como é que vai pagar a sua folha de salário? e os professores que precisam de aumento salarial? E as estradas vicinais que necessitam ser recuperadas?

Eu não suporto nem pensar nisto - riqueza natural e pobreza. Não combinam. Cadê o dinheiro do tão falado sequestro de carbono? o gato comeu.  Pra mim riqueza natural tem que ser compatível com riqueza social, com fartura, com grana mesmo nos cofres da Prefeitura. O resto é balela. Conversa pra boi dormir.

BOA QUALIDADE DE VIDA


Não há mistério e nem milagre. Para se ter uma boa qualidade de vida tem que se construir pelas próprias mãos. Com imensa disposição. Primeiro é combater a preguiça. Sair de casa cedo ou à tarde para fazer exercícios físicos. É isto mesmo! Exercícios físicos, andar, correr, nadar, andar de bicicleta. E tudo isto associado à boa e equilibrada alimentação. Comer verduras pra valer, folhas verdes e coloridas de encher o prato. Fazer pratão de verduras e depois da verdura controlar a comida, com arroz, feijão e uma pedaço de carne grelhada. Um ou outro arranjo e é só isto. Mais frutas nos intervalos. No mais é combater o estresse, sair da rotina. E isto só com boa prática esportiva e uma orientação psicológica tudo vai se encaminhando para a felicidade plena (se é que existe) e viver mais de 90 anos. Saia fora da bola perdida e muito cuidado ao atravessar a rua.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

MUNICÍPIO TEM VIDA E SEMPRE SE PODE MELHORAR AINDA MAIS

Rodo sem parar pelos municípios de Rondônia. E também já andei muito por inúmeras cidades brasileiras e nos países que conheci. Tenho visto exemplos maravilhosos de viradas  de 180 graus em muitos deles. O homem por nutureza vive, sem perceber, em constante competição. Não é briga de foice. Mas, uma competição invisivel e inconsciente. Basta ver uma vitrine bonita e bem arrumada que o comerciante vizinho melhora a sua. Basta ver uma calçada com piso bonito e colorido que se copia.  Pinte a casa de alaranjado qeu outros pintam também. E pode acontecer a tansformação, mesmo numa  cidade que parecia morta. Se costurar der dinheiro, todo mundo começa a costurar. Se plantar açaí der dinheiro todo mundo irá plantar açaí. Se surgir uma mina de ouro, todo mundo corre pra garimpagem. É assim o homem. Mais ou menos com espírito de boiada. Segue o boi da guia. Ou quando estoura segue atrás sem saber pra onde. Mas, segue atrás. Todo município tem alternativa. Basta discutir-se bastante uns com os outros até ir testando as possibilidades dentro de vocações naturais ou antinaturais. Até no deserto se pode plantar tomate.

É PRECISO PENSAR GRANDE

Pensar grande significa desafiar o momento, provocar as circunstâncias e querer muito mais. Para se pensar grande em Rondônia tenho que continuar apostando no seu crescimento acima da média nacional. Atrair para o Estado indústrias de médio e grande porte. Incutir no Estado um novo sentimento, o do desafio, do empreendedorismo, do conhecimento, da modernidade. Iluminar os céus de Rondônia com ondas de Internet por fibra optica ou rádio (wireless) para que todo mundo disponha de todos os meios de comunicações modernos. Pensar grande em Rondônia é plantar florestas para ganhar dinheiro como o Canadá faz. Como Paragominas está fazendo. Pensar grande em Rondônia é preparar mão-de-obra e tê-la de sobra no Estado e oferecê-la ao Brasil inteiro. Pensar grande é não deixar espaço para o domínio das mazelas do passado. Pensar grande em Rondônia é educar o seu povo.

ROBERTO CARLOS

Corriam oa anos sessenta. Bem distante, Dianópolis - Tocantins, fazia ainda o curso ginasial, como era chamado. Roberto Carlos e Erasmo Carlos explodiam no Brasil, muito sucesso. Calhambeque..., rum... rum... quem não se lembra. Era esta e outros mais. Minhas colegas Beatriz Jacobina, Maria Almira, Graça do Amaral e outras tantas, vivam eufóricas, arrancando cabelos pelo Rei Roberto Carlos. Era ainda um príncipe. Mas, o Brasil inteiro, até nós, Brasil profundo ouvíamos pelo rádio. E daí vinha a inveja nossa, implicávamos com as meninas, pondo apelidos, encrencando com elas porque perdemos a atenção. As energias da mulherada, principalmente as adolescentes eram para o lado da dupla imbatível - Roberto e Erasmo. E tudo continua lindo até hoje. Eles, os dois, continuam reinando em nossas lembranças e corações. Também pudera, eles merecem.

domingo, 25 de abril de 2010

POMERANOS DE ESPIGÃO


Tem um programa de rádio em Espigão do Oeste, ao meio dia que é transmitido no idioma "pomerisch", língua do povo POMERANO. São brancos, altos que vieram da Europa. Em Espigão, segundo o locutor pomerano, a população de lá é 70% composta deles. Antes casavam apenas entre si. Atualmente foram abrindo um pouco. Mantém a cultura, a dança, a música, a comida. Produzem de tudo, mas, são especialistas em línguiça e defumados. Por lá tem a festa anual da linguição. Comprei tres quilos de linguiça pomerana. Trouxe pra casa. Vou experimentar. Fui à feira e vi muita gente com cara de europeu por lá, de um comprei melão caipira, de outro banana de fritar, goiba, até mesmo uma tapioquinha. Francamente, vou ter que aprender algumas palavras para colocar no meu discurso quando for fazer comicio por lá. Muito interessante. Os Pomeranos foram perseguidos e saíram pelo mundo afora. Agrupam-se e formam suas colônias. Mantém costumes e idioma original. Tem muitos deles que não falam nada de Português. 

ECONOMIA RURAL X ASSISTÊNCIA TÉCNICA



Ontem, no Distrito de Nova Esperança em Espigão do Oeste, proferi palestra sobre agroindustrialização na agricultura familiar. Pessoal gostou. E depois fiquei sabendo pela Deputada Marinha Raupp que as mulheres da localidade tem uma indústria prontinha, funcionando para produção de açúcar mascavo. Ela até comprou l quilo. Só duas mulheres estão trabalhando. O pessoal brigou. Tem uma dívida com o Banco do Brasil e o bicho está pegando. Vi também um forno industrial ainda na caixa. Novinho em folha sem estar instalado. Um caminhão no pátio da Prefeitura para a mesma Associação do Açúcar mascavo. Pela briga nada de caminhão. Também, como está não dá para entregar mais equipamentos. Pude observar, que está faltando para eles é conhecimento, preparação, cursos, criação do espírito empreendedor, o senso de associativismo, a economia solidária. Sem assistência técnica não dá para entregar equipamentos a torto e a direito por aí. É um desperdício anunciado. Tudo isto passa para uma evolução cultural lenta. Não é fácil derrubar o individualismo. Não é fácil. ... Prefeitura e Governo deve monitor permanentemente os grupos rurais, veja a palavra ... permanentemente

FAROL ALTO PARA A VIDA



A economia não é ciência exata. Tudo depende de tudo, até mesmo das emoções. Autoestima elevada também provove a economia, a cidade, estado e o país. Tudo depende do pensar positivo. Falar mal do Estado é muito ruim, termina ficando tudo péssimo. Este complexo de vira-lata que tem o brasileiro, como de resto o latino, tem que acabar. Temos que ter complexo de europeu, vaidoso, ninguém é mais importante do qualquer europeu, nem a pessoa, nem a cidade e nem o país. Pra eles tudo por lá é mundo encantando. E por aqui os indolentes do mundo.

NOVO URBANISMO



O novo perfil do administrador público das cidades é o do princípio da responsabilidade. Ter um PLANO DIRETOR aprovado e discuti-lo sempre e executá-lo sempre. Não tem mais espaço para a demagogia de se dar lote para ganhar voto. O clientelismo e a irresponsabilidade  política tem sido a causa destas catástrofes no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Angra dos Reis. Custa muito caro. Vidas humanas perdidos por políticas eleitoreiras de incentivas a favelização das pessoas mais pobres.  E ainda mais, com o pressuposto de que favela é uj perverso indicador de prosperidade. Só surge favela onde há riqueza por perto.  Que paradoxo!

sexta-feira, 23 de abril de 2010

ZEZINHO DA CASTANHA

Fomos visitar o sítio do Senhor José Jacinto Nogueira, apelidado de Zezinho da Castanha. Pegamos a rodovia do café e seguimos. Senador Raupp, Deputada Marinha Raupp, ex-Prefeita Suely Aragão, Roney, Vilma, Daniele, Rômulo e eu. Curvas e mais curvas. Extravio. Uma cobra coral na estrada. Enfim chegamos. Uma pena, o Zezinho estava para Espigão do Oeste, ficamos esperando, a tarde foi chegando. Enquanto isto ficamos olhando o viveiro de mudas de castanheiras. Os pés plantados há 16 anos bem carregados, outros bem menores. Pura verdade, a castanheira enxertada começa a produzir com 4 anos. Pura verdade, com os meus olhos vi tudo isto. Enfim ele chegou com a esposa. Ele é pequeno, esperto, mora no local há 33 anos e a sua curiosidade o fez um autodidata no ramo - plantou teca, seringueiras, jatobá, pinho indiano, cedro e castanheiras. Fiquei admirado com tanta curiosidade e paciência. Zezinho me disse - Rondônia está ainda dormindo.

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS

"Seu" André não é brinquedo não. Tem pra lá de oitenta anos. Lucidez incrível. Memória invejável. Consciência política no topo da montanha. Ontem, numa reunião do PMDB na Câmara de Cacoal ele pediu a palavra. E foi falando numa toada de mineiro, sem elevar o tom da voz, dizendo que eu me preocupasse com um tema muito importante. Que não precisava dar resposta na hora. Mas, que meditasse nas suas palavras. Enfim "que mudar a regra do jogo no meio do jogo não é legal. Que ao vir pra Rondônia recebeu um lote de terras do INCRA. Que recebeu ordem para derrubar a propriedade para poder receber o título. Assim ele fez. E agora tudo mudou. Terá que reflorestar oitenta por cento do seu lote. Ele não concorda com isto. Que o futuro Governador encontre uma solução para este impasse. Entre a legalidade de ontem. E a ilegalidade de hoje".

quinta-feira, 22 de abril de 2010

PODEMOS SER O MAIOR PRODUTOR MUNDIAL DE CASTANHAS

A frase é do ex-prefeito de Cacoal Divino Cardoso - "poderemos ser o maior produtor mundial de castanhas". Muito bem, é isto mesmo que você ouviu. De agora em diante, com a implantação de reflorestamento de áreas desmatadas em Rondônia, poderemos plantar castanha com mudas enxertadas e ter a produção depois de cinco anos. E com toda esta política de governo, o Estado de Rondônia poderá ser um grande exportador. Também produtor de óleo especial ou  produzir matéria prima para a indústria de cosméticos. Está aí meus diletos leitores, este post especial, inspirado na profecia do Divino Cardoso
de que poderemos ser ainda mais ricos a partir desta singela atitude. Creia Divino que vou levar a sério a sua recomendação.

VOLTEI AOS MEUS DEZOITO ANOS

Passei o dia em Cacoal. Fui ao feirão da cidade. Senti-me como se tivesse em Goiânia em 1967,quando tinha 19 anos. Por que tudo isto? Naquele tempo amava ir ao mercado municipal. Ali comia de tudo, pastel, pé-de-moleque, caldo de cana, pamonha, beiju de tapioca, doce de buriti. Era assim, comia sem limite. E achava tudo aquilo o máximo. Não sabia que a gula era pecada capital, portanto, era perdoado. Hoje, bem consciente, repeti a dose - pastel com pimenta, ao pé do balcão da feira e caldo de cana. Logo depois bolo de mandioca com coco. Confesso que hoje não vou somar as calorias. Passei dos limites. Ainda bem que hoje sou consciente e prometo malhar amanhã por duas horas para purgar os meus pecados capitais.

RESPEITO

Dias atrás o professorado do Estado esteve em greve. Mais de mês de greve. A greve é uma medida extrema, que significa que todas as portas foram fechadas. Aí, sem ambiente de diálogo a coisa radicaliza mesmo. Creio que a palavra mais falada em todo o procedimento e depois dele - foi falta de RESPEITO. Sou ainda do tempo que professor era autoridade. Na minha cidade o destaque  eram juíz, padre e professor. Nem Prefeito tinha tanta autoridade. O que mais tenho feito na minha vida é respeitar os outros, principalmente, na vida pública, o respeito ao servidor público. Em cinco anos de Prefeito não tive nenhuma greve de nenhuma categoria, uma paralisação de advertência apenas. Logo contornada com abertura da negociação. Por onde passei sempre tive um excelente relacionamento com servidores e olha lá, como este pessoal tem me ajudado. O "respeito" é necessário.

EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

Todo mundo fala em boa educação. Quem é que não a quer?  Educação faz parte do discurso do vereador ao candidato à Presidente da República.  Só tem uma coisa, como educação é um processo e não rende votos visiveis no curto prazo, todo mundo apenas fala, não pega pra valer, para  implantar uma educação pública e de boa qualidade. Parece até um apagão mental. O "cara" esquece o que falou rapidinho. Pois bem, educação deve ser encarada de frente, boa educação obrigatoriamente necessitará de bom professor. Sem ele ou ela nada feito. O salário é importante, mas, não é tudo. É indispensável. E no mais é boa direção, bom professor, capacitação permanente na própria escola, no dia a dia. Choque pedagógico. Escola agradável e uma mão cheia de atividades lúdicas. E todo aparado de boas condições pedagógicas e material farto.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

UM TRÂNSITO CADA VEZ MAIS MALUCO

Cada mês entra em Porto Velho mil carros novos. As ruas são as mesmas. Entradas e saídas também. E mais mil carros novos todo mês. Além das centenas de carretas transportando soja e mercadorias. Nem parece a nossa Porto Velho de alguns anos atrás.

Está aí colocado uma nova preocupação, além de tantas outras, para o Prefeito e o futuro Governador do Estado. A de tornar a nossa capital viável e que goze de excelente qualidade de vida. A política deve ter sempre na cabeça, o que não se faz num governo será um problema muito dificil para os futuros governantes e um drama insolúvel para o povo.

O trânsito deve ser encarado de frente. E logo. Além da fiscalização permanente, a educação na escola como currículo obrigatório, uma integração maciça entre saúde, educação, desenvolvimento social e segurança pública. Tudo junto, sem preciosismo deve ser colocado como política de governo.

Para tudo deve ter o especialista. Uma situação que se acumula em problemas visíveis e vividos pela sociedade deve ser encarado como ciência, o especialista para estudar as melhores e possíveis ações de governo para minimizar as suas consequencias em explosivos dramas sociais. E tudo isto deve ser logo.

O DIAGNÓSTICO DA NECESSIDADE

O SEBRAE  está aí mesmo para trabalhar em parceria. Basta dar uma olhada - quais são as maiores necessidades de técnicos qualificados no Estado de Rondônia.  Quem sabe nos curtumes, madeireiras, manejos florestais, aquicultura e pesca, frutas tropicas, agronegócio, operadores de máquinas, engenheiros, cadistas, etc...
Entra o Estado incentivando os jovens para a preparação de suas profissões futuras, com base na necessidade do mercado.  O incentivo pode ser até na forma de bolsa. Ou através de estágios, em que o rapaz ou moça ganha uma mesada para se preparar, que servirá para atender as suas necessidades básicas. Aí sim, estará o Governo centrado numa política de crescimento. Sem valorização de boa mão de obra não será possível ao Estado crescer porque a economia é movimentada por estrategias permanentes.

PRIMEIRO - NÓS E DEPOIS OS OUTROS

Não dá para ficar olhando de longe, que os melhores empregos do Estado sejam ocupados por gente de fora. Na construção das usinas sobraram para Rondônia, apenas, a disputa pelos espaços de menores remunerações. Justamente, por ter aqui, grande contingente humano desqualificado e para estes apenas as funções basais do serviço pesado e grosso.


Foi assim, que ouvi ontem em Porto Velho, declarações acaloradas numa reunião com jovens universitários ou já graduados na cidade de PORTO VELHO. Sendo que a solução para isto é que tanto o futuro Governo Estadual como também os prefeitos do Estados sejam convergentes neste foco, porque está aí uma necessidade do povo rondoniense. No mais, tudo fica muito semelhante quando um jovem brasileiro emigra para os países euripeus ou mesmo para os Estados Unidos, sobram-lhe apenas os serviços que os americanos ou eruropeus não fazem de jeito nenhum.

O dinheiro de um técnico bem pago dentro das usinas do Rio Madeira, não fica no Estado. Vai para o Estado de origem. É uma pena que Rondôia perca recurso que poderia mover ainda mais a nossa economia

terça-feira, 20 de abril de 2010

A VIOLÊNCIA PRENDE O POVO EM CASA



O povo brasileiro está cada vez mais com medo de sair de casa. Principalmente à noite. No entanto, o medo também está na cabeça de todos, mesmo durante o dia. É uma prece  quando você sai de casa e uma oração quando volta. O Estado e a sociedade devem se juntar para combater a violência, que termina sendo a causa de muitas doenças, mortes e gastos públicos. Tem gasto com os presídios. Tem gastos com os hospitais. Enfim, tem prejuízos enormes com dias de serviços parados.  Se somar tudo a violência dá um prejuízo enorme ao país e ao povo. Vai além, o gasto com segurança particular, casas com alarmes, cercas elétricas, guardas, câmeras de vigilância. Cada cidade deve criar o seu próprio plano de segurança comunitária, onde todos possam ajudar.

domingo, 18 de abril de 2010

MANICURE



Todo material usado para fazer mão e pé deve ser de uso pessoal. Ou então deve ser limpo e esterilizado. Isso vale para o alicate de cortar unha, para o alicate de cutículas, para a espátula que afasta as cutículas. E também vale para itens descartáveis, como o pauzinho de laranjeira, a lixa de unha e a lixa de pés. Não aceite itens reutilizados, eles podem estar contaminados com fungos, vírus ou bactérias. E daí você corre o risco de pegar uma micose ou ganhar uma verruga. Existe também risco de pegar doenças mais sérias, como hepatites virais.


Por Lucia Mandel

JI-PARANÁ


Ji-Paraná é uma cidade estratégicamente localizada. Meio do Estado. Por isto que muitas transportadores instalaram-se nela. Além de comerciantes e atacadistas. Posso dizer que é a cidade coração. Ali Rondônia pulsa forte. Ali está o tum.. tá da vida real.

Muita coisa atormenta a cidade. No passado foram as voçorocas. Buracos imensos nas ruas, por pouco não engoliram casas. Havia rua que não dava passagem. De um lado para outro construia-se pinguelas. A voçorosa é uma erosa profunda. O solo é arenoso, portanto, frágil. A enxurrada cava túnel no decorrer do tempo. Muito precisa de drenagem profunda, tubos e mais tubos para levar a água da chuva.

Mas, Ji-Paraná agrega o povo. Mesmo com o Rio Machado no meio, metade de cá e metade de lá, a ponte é o tormento. Ela foi construído em l968 para poucos veículos. Agora o pau quebrou. Carretas pesadas pisoteiam o concreto fragilizado. Os pilares se abalaram. As cabeceiras não resistiram. Uma ponte nova sobre a velha. Construída com o movimento geral. Congestionamento dos dois lados. Demora e adiamentos. O povo perdeu a paciência.

Ji-Paraná precisa de Governador. De dois ou tres Senadores. De muitos outos Deputados Federais para juntos poderem resoslver os seus dramas. Não se pode negligenciar o fato concreto. O fato concreto existe. Além de ser uma cidade cortado por rios e por um BR que não pára de se movimentar.

Eu vi Ji-Paraná nascer. Agora, quero-a linda e maravilhosa, ainda mais por ser coração do Estado

BRASIL ESTÁ PREOCUPADO COM O IRÃ


Se o Brasil tiver abertura comercial positiva com o Irã, até que vá lá, mas, se for de graça, só para se juntar as idéias de Chaves, ou fazer, logo agora, raivinha para os Estados Unidos e outros países membros, não. NÃO DÁ.  Irã é país teocrático, um horror, pelo que sei, discrimina mulheres, proíbe a oposição de se manifestar. Ainda ter uma bomba atômica mirando contra Israel? Gente do céu. Ainda não sei porque o Lula fica defendendo o Ahmadinejad, baixinho raivoso, birrento, encrenqueiro. Puxa, bem que o Lula poderia pedir a este Ministro das Relações Exteriores para ficar quieto. E deixar o Irã rosnar sozinho. Meu Deus do céu, claro que pode fazer pesquisar atômicas, ter alguma coisa para a pesquisa na medicina e em outras áreas da tecnologia, até mesmo energia nuclear. Mas, construir bomba atômica, está fora de moda.  Lula - preocupe-se com a educação do Brasil que é bem melhor.

BIANCO SABE FAZER MISTÉRIO


Fui conversar com Bianco na sexta-feira passada. Quero fazer com o DEM uma boa aliança. Porque eu já vivo com aliança com o partido. Não me interessa o acordo de Brasilia, aqui é outra coisa. O DEM é Prefeito de Ariquemes, de Cacaulândia e de Governador Jorge Teixeira. Todos são meus amigos. Vem a campanha deste ano, a convenção de junho, julho começa tudo pra valer. Aí a cobra torce o rabo. E o filho chora e a mãe não vê. Puxa vida, cara! Aliança é compromisso, por isso que se tem uma dedo quando se casa. Um compromisso de vida. Em comum. Quero o DEM comigo com um compromisso de governo, para ganhar e governar. Estou esperando. Não me tarde.

O REBU DE BRASILIA


Deu zebra em Brasilia, agora com outro Governador, totalmente novo, é o Rogério Rosso, do PMDB. Eleição indireta, feita  pela Câmara Distrital, que é a mesma Assembléia Legislativa. Em Brasília Deputado Estadual chama-se Deputado Distrital, que é a mesma coisa de um vereador, com outro nome. Porque Brasília é uma cidade, que se chama também de Distrito Federal. Agora se foi de vez o José Roberto Arruda, que foi cassado, entrou n Governo o Wilson Lima que foi derrotado pelo Secretário Rogério Rosso. O seu governo termina em  31 de dezembro deste ano. Brasília completa cinquenta anos, dia 21 de abril na maior barafunda política da história.

sábado, 17 de abril de 2010

A RELIGIÃO É MUITO IMPORTANTE


O povo brasileiro é muito religioso. Basta ver a quantidade de igrejas e templos em todas as cidades. Eu tive dois movimentos na minha vida. Fiz os primeiros anos de escola – numa escola Batista. E mais tarde, o curso ginasial em escola de freiras.  Cantei e louvei bastante. Rezei o terço também. No Ginásio João de Abreu, católico, rezava-se o terço todo dia antes da aula. Um Pai-Nosso na sala de aula. A religião é muito importante para a maioria da nossa gente. Vem da origem colonizadora do país, os portugueses quando aqui chegaram, rezaram em terra firma a primeira missa. Os padres acompanhavam as expedições conquistadoras de novas terras. A Igreja e o Estado andavam juntos. No entanto, mesmo sendo religiosos, a freqüência às cerimônias é pouco. Vão em média às missas ou cultos uma vez por mês. E tem aqueles ditos religiosos mas que quase nunca freqüentam. Mesmo assim, continuam acreditam em Deus.”

POLÍTICA AMBIENTAL


De verdade mesmo, o que ouvi em Ji-Paraná ontem, é que Rondônia está engessada. A informação saiu do  Vidal e Dr. Michiavelli   - o cumprimento pelo agricultor da lei do zoneamento é quase impossível. Custaria cerca de R$ 7 000,00 por hectare o reflorestamento da área desmatada. Nenhum dinheiro do mundo daria para fazer este serviço. Então, o Estado  que se trate de encontrar meios de financimento ou compensação para que o pequeno produtor possa cumprir a lei. Concordo com eles. O Senador Valdir Raupp também concorda.  Vou encarar este tema de frente, estudar bem estudado, buscar inspirações e deixar a parte do orçamento do Estado comprometida com um futuro fundo de compensação ambiental. O exemplo tem que sair de casa.

REGULARIZAÇÃO DE TERRAS EM RONDONIA


Ontem, à noite, após a palestra que   proferi em Ji-Paraná para empresários, o tema do debate foi a  REGULARIZAÇÃO DAS TERRAS em Rondônia. Foco - a competência do Estado para documentar as pessoas que tem propriedades rurais e não tem tem documentos. Vou procurar o entendimento jurídico verdadeiro, para que Rondônia possa assumir, de verdade, o seu verdadeiro papel para documeantar suas terras. Como é que é que um Estado chega a condição de um ente federado sem ter o domínio de suas terras. A União  (Governo Federal) deveria no momento exato de sua emancipação ter descentralizado também as terras. Se não acontecer isto fica dificil de o Estado desenvolver efetivamente. Um Estado sem suas terras é um Estado mínimo, pequeno, raquítico, até mesmo sem autoridade.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Discurso de Tomaz Correia em Jorge Teixeria



“Quando Confúcio deixou a Câmara Federal para administrar o município de Ariquemes, Rondônia se sentiu órfão, pois perdia um grande pai, um político que aplicava emendas em todo o estado. Ganhava Ariquemes. O município passou a contar com uma administração inovadora, que elevou a qualidade de vida de seu povo. Prova de seu sucesso como administrador, foi que Ariquemes  o reelegeu com índice recorde de aprovação”, ressaltou Tomaz.

PAC DOS EMERGENTES

O PAC dos emergentes


Cúpula dos Brics rende mega-acordo entre Brasil e China em 11 áreas prioritárias aos dois países. Sob protestos e forte esquema de segurança, chefes de Estado e governo acertaram a ampliação do intercâmbio comercial
 
(fonte - jornal correio braziliense de hoje)

DE BRASILIA PRA O MUNDO


A presença de veículos militares na Esplanada alterou a rotina de Brasília, que sediou dois encontros internacionais no Itamaraty. O Fórum Ibas, integrado por Índia, Brasil e África do Sul, manifestou a discordância com Washington e defendeu o caminho da negociação para adequar o programa nuclear do Irã às normas internacionais de segurança. Além de marcar posição sobre energia atômica, a cúpula do Ibas ressaltou o aumento do comércio entre os países-membros. O presidente Lula também foi o anfitrião do segundo encontro dos Bric com os colegas da Rússia, da Índia e da China. O grupo se comprometeu a ampliar o intercâmbio comercial, econômico e político. Empresários do setor de bares e hotéis da cidade comemoram o maior faturamento ocasionado pela visita das delegações internacionais.

AÇÕES EFETIVAS PARA MELHORAR A SAÚDE PÚBLICA

Primeiro ano de governo - mudar o perfil dos hospitais regionais no Estado. Apoiar os Prefeitos de Vilhena, Cacoal, Ji-Paraná e Ariquemes - Estado parceiro,  fornecendo especialistas em ortopedia, cirurgia geral, neurologia e neurocirgia, angiologia. Colocando também exames radiológicos mais complexos, como por exemplo, tomogafias e ressonâncias magnéticas. Materiais cirúrgicos e de consumo. Passando recurso por convenios para apoio ao custeio dos quatros hospitais.  Só com esta nova organização, aumentará o poder de resolução do atendimento de todos os municipios em suas unidades de apoio.

NÃO ME PERGUNTE O QUE IREI FAZER NO GOVERNO

É sempre a mesma pergunta - o que  você fará no governo de diferente?  - nem necessitaria de resposta porque tudo dependerá dos acontecimentos.  No entanto, só com a mudança do perfil do governo, de imediato entrará em vigor um novo estilo de administração. O estilo é o próprio homem. Cada um tem o seu. Um plano de governo eleitoral, com ações básicas e mínimas, que serão implementadas no primeiro ano. Um governo depende de fatos, de ondas positivas de energias, de pensamentos convergentes, de ações simultâneas de toda a equipe, uma boa dose de concretismos técnicos, bom senso e uma vontade imensa de aprender. Com toda esta soma de desejos, encher garrafas de desejos e depois voar. Voar para a vida e que tudo conspire a favor.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

COMPRAS GOVERNAMENTAIS E AGRICULTURA FAMILIAR


Rondônia é o Estado da reforma agrária. E é verdade pura. As cidades rondonienses com exceção de Porto Velho e Guajará-Mirim e Costa Marques, as demais, foram criadas a partir de projetos de assentamentos do INCRA. Tem gente que diz também que Rondônia é o Estado do INCRA. Só tem que o INCRA não é mais o mesmo. Ficou lento. Meio de concreto armado. Então, sendo um Estado da agricultura familiar, cabe o Governo Estadual e aos Prefeitos acabarem com o medo e começarem a comprar comida do pequeno agricultor familiar. Criar em cada município o seu programa de “compra direta do produtor rural”. Tem que dar exemplo. Não adiante ficar por aí reclamando atrás das portas. O agricultor só ficará no “lote” se ganhar dinheiro. Se puder criar a família. Caso contrário ele vende a terra e cai fora. E aí de lote em lote o Estado passa a ser só de fazenda grande. Eu fiz isto em Ariquemes, com o PROGRAMA CHAMADO PROVE ARIQEUEMES. Implantei agroindústrias familiares, criei a inspeção municipal e a produção familiar entrou nos mercados da cidade. E comprei deles. Eles ganharam dinheiro e tem que continuar ganhando. Posso fazer o mesmo no Estado.”

quarta-feira, 14 de abril de 2010

SEDAM - UMA NOVA CONFIGURAÇÃO AMBIENTAL

Como está a SEDAM  (Secretaria Estadual do Meio Ambiente) hoje, infelizmente, não tenho nada a elogiar. Não sou eu não, que falo. Hoje mesmo, ouvi de um jovem empreendedor de Buritis reclamação pela demora na expedição de licenças ambientais e mesmo dos manejos floretais. Em Cacaulândia, agorinha mesmo, ouvi em duas reuniões que a SEDAM prejudica o desenvolvimento do Estado pela escassez de gente e falta de eficiência em seus meios burocráticos.  Nem falo do que ouvi dias atrás em Vilhena, quando foi abordado o tema do licenciamento ambiental das mais de cem mil propriedades rurais. Quanto tempo demorará a SEDAM para fazer este serviço para o Estado ajustar-se na lei no Zoneamento? Quanto tempo? Pelo andar da carruagem, talvez, cem anos. Fará parte da minha proposta de governo uma nova configuaração ambiental para o Estado e consequentemente, uma SEDAM reestruturada e tudo deve acontecer muito rapidamente. Guardem este meu "post" para depois me cobrarem.  Podem guardar.

DOMINGOS CURANDELLI - O REI DO CALADINHO

Ontem visitei Domingos Curandelli, lá no Bairro do Caladinho em Porto Velho. É destes abdenagados companheiros de partido, os benditos militantes. Não tardou ele gritou pelos quintais e apareceram os vizinhos. Ele foi  logo me apresentando, dizendo isto e aquilo de mim. Só faltou dizer que estou acima do Lula. Amigo é assim mesmo, não vê defeito no outro. Quando fui Deputado Federal, Curandelli era Presidente da Associação do Bairro. Ele cuidava do povo, de uma escola, da associação. Fazia o que podia e o que não podia. Agora, cuida de si próprio e sua indústria de sorvetes e picolés. Vamos juntos, meu amigo Curandelli, vamos que vamos...

EFICIENCIA ENERGÉTICA

Mineirinho é apelido. Nome mesmo é Luiz Carlos Bruno. Eletricista. Até ano passado chefiou o Núcleo de Eficiencia Energética da Prefeitura de Ariquemes. Deu certo. Excelente resultado. As contas de luz reduziram. Foi feito diagnóstico e prognóstico. Maravilha. A Prefeitura ganhou prêmio da Eletronorte. Mineirinho foi pra Dubai com o Paquita. Ficou por lá 20 dias. Usou roupão muçulmano. Tirou retrato. Voltou pisando nos céus. Agora está em Frankfurt na Alemanhã, com tudo pago pela Eletronorte. O cara é dez. Pra falar com ele de agora em diante, tem que falar comigo primeiro, marcar audiência e é lógico vou cobrar "cachê".

terça-feira, 13 de abril de 2010

EM QUEM VOCÊ CONFIA?



“A gente não pode sair por aí  confiando em qualquer um a torto e a direito. De jeito nenhum. Para se confiar deve-se antes conhecer bem. Para se entender melhor a situação mais de 80% dos brasileiros confia na família. Entre 30 e 45% acreditam em amigos.  Pode confiar na família e nos amigos.  Em torno de 20% do povo brasileiro ainda confiam no povo em geral. Estes aí são verdadeiros super-homens. Você não acha?”

segunda-feira, 12 de abril de 2010

O VALOR DA CONFIANÇA


“A CONFIANÇA é um dos valores mais importantes. É a norma que estabelece e promove a cooperação entre dois ou mais indivíduos. Ao promover a cooperação, em grupos de confiança tudo é respaldada por virtudes tradicionais como HONESTIDADE, RECIPROCIDADE, RESPEITO aos compromissos e cumprimento das obrigações. Confiança não se ganha. Conquista-se pouco a pouco. Pra isto tem que suar a camisa”

domingo, 11 de abril de 2010

QUEM SERÁ O VICE

Corre a boataria sem freios. Quem será o vice do Confúcio? O vice, por natureza da política brasileira, deve pagar a conta da campanha ou ser bom de voto. Qualquer um que tenha um destes requisitos, está fechado. Venhaaaaaaaaaaaaa! "Pode vir quente que estou fervendo". Em Rondônia tem cerca de l milhão de eleitores, tirando os filiados aos partidos, que não farão comigo aliança, os demais estão inscritos no meu coração, aleatoriamente, pode ser qualquer um.

88 ANOS DE PCdoB - PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL

Participei ontem, em Vilhena, de um evento memorável.  O aniversário de 88 anos do PCdoB. O partido mais antigo do Brasil. Veio se arrastando na história, ora vivo, ora clandestino, quase morto, sempre revivia. O comunista é genético, tem no cromossomo a dominância pela esquerda. Que chamam de progressistas. Até hoje a saudação entre eles é "camarada". Certo ou errado, sei lá, está aí presente, firme, debatendo na base do Governo Lula. Ponto, aqui e ali, acentos, vírgulas, emendas, teses aos seus princípios. Que o fortalecimento do emprego digno. Fiz discurso. Discorri sobre economia. Sobre lutas. Ligas camponesas. Reformas de bases. Parabéns ao PCdoB.

UM SANTUÁRIO CHAMADO PMDB

Cabixi tem Luiz Alcides, posso dizer, é PMDB de meter medo. Construiu em casa, tipo capelinha, o Diretório do PMDB. Só faltou ter lá o santo Raupp, santa Marinha, são Confúcio, São Natan. Paredes cheias de retratos. Recortes de jornais. Uma mesa com toalha branca. Algumas cadeiras. Dá para meditar transcendentalmente. Ali eu rezei. rezei pra mim. Pedi graças. Louvores. Eflúvios. Que todos espíritos santos de Tancredo, Ulisses, Covas, Simon me cubram de sabedoria. Guiem os meus passos. Amén. E me deem a vitória.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Visitando o Cone Sul

Estou realizando em um intenso trabalho percorrendo os diretórios municipais do PMDB, fortalecendo a mobilização política, discutindo problemas locais e construindo, com a militância, alternativas para um futuro plano de governo.
O Cone Sul foi a região escolhida para dar largada a uma nova etapa de minha pré-candidatura, após a desincompatibilização do cargo de prefeito de Ariquemes, no último dia 31.
Nossa meta é buscar os anseios da comunidade, e nada mais justo que montarmos um plano estratégico ouvindo nossas bases, condizentes com a realidade de vida de cada região.




Na foto: Eu, Sueli Aragão e Natan Donadon e o prefeito de Cerejeiras Kleber Calisto

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Agenda partidária no Cone Sul


Com o propósito de movimentar a militância peemedebista em torno de minha pré-candidatura ao governo do estado, estou desde segunda-feira (05.04) prestigiando amigos e aliados políticos na região do Cone Sul do Estado.


Esta sendo uma semana repleta de grandes encontros promovidos pelo PMDB, com a participação de filiados e simpatizantes. Os eventos estão sendo convocados pelos diretórios municipais interessados em discutir a construção de um plano de governo a ser formulado em conjunto com militantes, respeitando as necessidades e carências de cada região.

domingo, 4 de abril de 2010

ALMOÇO COM AS ESTRELAS DE CACOAL

SUELI ARAGÃO, PENHA, RAQUEL A FINA FLOR DO PMDB DE CACOAL...

Demos uma volta na rua. Uma entrevista gravada na Rádio Suprema. A Rádio Comunitária é da Igreja Assembléia de Deus. Fomos ao Costelão, almoçar, já era 14 horas, quase os ultimos a comer, mesa cheia de gente, a fina flor da política feminina em Cacoal, teve prefeita, tem vice-prefeita, a Raquel, tres vereadoras - Penha, Uri e Lurdes Kemper. Um abraço, beijos e fomos embora. A Penha será a coordenadora local da minha campanha no municipio. Sei que vou ganhar. Com ela aumenta a minha certeza.


PMDB E PT NESTA ELEIÇÃO



Quero o PT comigo no segundo turno. Gostoria que fosse no primeiro. Vi que não vai dar. Então, fica pra depois. Somos vários candidatos, só um ganhará, então quero o PT comigo no segundo turno, para ganhar a eleição e governar este Estado que  tanto merece respeito.
\"quando os que mandam perdem a vergonha, os que obedecem perdem o respeito\"(dejane - cacoal). Pura verdade menina, pura verdade.

Portal

Veja hoje no portal


* fotos do 3º Encontro Estadual do PC do B -
http://www.confuciomoura.com.br/galeria.php?id=206



* Notícia sobre minha participação no 3º Encontro Estadual do PCdoB - http://www.confuciomoura.com.br/noticia.php?id=569;

* Artigo: Como Punir um Criminoso
http://www.confuciomoura.com.br/noticia.php?id=568;




www.confuciomoura.com.br

DAVI CHIQUILITO ERSE

Davi é filho do Chiquilito. Herdou o jeitão do pai, de ser líder forte, mesmo calmo, pacífico, mais mineiro que rondoniense, fala mansa, pouca, encolhida. Não diz muito o que sente. Diz apenas o necessário, nem mais e nem menos. Nem parece ter apenas 30 anos, tal a sua reserva de palavras vãs. Só o essencialmente encaixado. E pronto. Ele foi vereador, candidato a prefeito na ultima eleição em Porto Velho. Fez bonito. Impôs-se em estilo e comportamento. Ético. Fui à casa dele, dias atrás, ele mesmo cuida de duas filhas pequenas, agarradas às suas pernas, ele as acaricia.  É do PCdoB. Também pudera, com sua força e juventude, qual outro partido poderia ser?

PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL - PCdoB

Estive em Cacoal ontem. Encontro do PCdoB.  Com quem vai o partido este ano? PT ou PMDB? Na mesa Valverde e Confúcio. Cada um com trinta minutos. Falar aos filiados do partidão. Eu quero o PCdoB do meu lado. Formar comigo uma aliança séria. Ganhar as eleições e governar bem. Tenho convicção que farei o melhor por Rondônia porque tenha na cabeça o que farei. E farei com a força do meu pensamento e fortalecida ainda mais com o povo e com o PCdoB.

sábado, 3 de abril de 2010

Discurso que não foi feito pelo professor Isaias

DATA 31/03/2010  (Um trecho)

Senhoras e Senhores


Enfim deu o recado. A gente perguntava - será possível acontecer isso em Ariquemes? Servidores e população estavam no limite do desânimo. Alguns planejando ir embora. Era o que se apresentava naquele momento. Quem conhece o corpo humano, por certo, entende de ser humano. Daí ele partiu para conquistar todo mundo. Então se confirmou o que ele apresentou em seu plano de governo.

Isaias

sexta-feira, 2 de abril de 2010

O POVO NÃO CONFIA NO POLÍTICO



Muita gente não entra na politica com medo dela. E política realmente faz medo. No entanto, enquanto os bons não entrarem, há de pravalecer o predomínio dos maus políticos. Há vagas para mulheres. Há vagas para jovens. Enfim para todos. O povo diz por aí e escuto muito - os partidos querem nosso voto, não nossa opinião. O povo não consegue entender a linguagem da política, por isso tem pouco interesse por ela. Mesmo sabendo que tudo depende da política. A boa escola, a boa saúde, a boa segurança, enfim, todas as melhorias para se viver bem dependem das decisões políticas. Como uma atividade pode ser tão importante e ao mesmo tempo tão ignorada? Presidente, Governador e Prefeito são mais bem aceitos, enquanto o legislativo está em baixa. O pensamento da maioria é de que o cidadão entra na política par tirar proveito dela, a falta de honestidade é a causa maior e que  a corrupção é maior na política do que na sociedade. TEm muita gente séria na política. A foto abaixo é de uma mulher honestíssima - Luiza Erundina.



quinta-feira, 1 de abril de 2010

CASO ISABELA NARDONI


“O Promotor Francisco Cembranelli saiu por cima. Ganhou aplausos do público que ficou do lado de fora do Fórum de Santana em São Paulo. Meteu pai e madrasta na cadeia. Uma condenação que o povo brasileiro aguardava com ansiedade. Porque o povo brasileiro tem sede de justiça. E quando ela vem é como um alívio para todos. E tem mais uma: todas as classes sociais brasileiras são a favor da prisão perpétua, da redução da maioridade penal, cerca de 30% é a favor da pena de morte e igualmente que todos os criminosos tenham direitos iguais. Isto é – sem esta de prisão especial só por ter curso superior.”

EDUCAÇÃO SEM DISTÂNCIA

Este velho aí da foto, que está a meu lado, é o Professor Friedric Litto, aposentado da USP, que sempre trabalhou com EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA  em São Paulo. Conheci-o quando ainda estava na USP de Maria Antonia, com a Escola do Futuro.  Agora, é Presidente da Associação Brasileira de Educação à Distância, com sede em São Paulo. Eu sempre acreditei na educação, melhor dizendo, sem distâncias. Porque ela pode levar educação de qualidade a todos os lugares do Brasil. Aqui em Rondônia, de acordo com a necessidade e o planejamento do Governo Estadual poderão se abrir milhares de vagas, em todos os municípios para cursos de graduações e pós-graduações a distância, em todos os lugares. Isto é plenamente possível. Basta querer e fazer parcerias sérias com a UNIR ou mesmo construir esta base estadual e jogar os cursos para todos os cantos do Estado. Como bem dizia Darcy Ribeiro a universidade deve ser para todos. De portas abertas, como muitas igrejas fazem, quem tiver necessidade de educação que entre. Se for na madrugada que a vontade bater no coração, entre na escola pela madrugada. Na forma  de educação sem distância é bem mais fácil. Ainda mais na Amazônia, com suas imensas lonjuras de rios e terras, a educação pode voar por cima e chegar a todos os jovens e adultos do Estado. Aí sim, com esta base forte, da educação sem distâncias, o Estado, com certeza, crescerá sem fronteiras. Porque o conhecimento não tem porteiras e nem fronteiras.