Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

domingo, 16 de janeiro de 2011

EMATER

Depois de Ouro Preto, sentido Ji-Paraná, tem uma construção à direita, que é o Centro de Treinamento da Emater/RO. Estrutura grande e organizada para alojar gente em dias especiais de capacitações. Abreviadamene - CETREM.

A solenidade de posse do novo Secretário Executivo da Emater aconteu lá, ontem, na parte da manhã. Festa concorrida, auditório superlotou-se, gente em pé e corredores. Bem mais que convidados especiais estavam servidores da própria instituição do Estado inteiro.

A Emater é uma associação civil de direito privado sem fins econômicos.  Mesmo sendo de direito privado está intimamente ligada ao Governo do Estado, que contrata seus serviços e paga suas contas. Mantém convênios federais com o MDA e INCRA.  Até aí tudo bem, o fim é nobre, a Emater é grande, mais de 1200 servidores, com técnicos agrícolas, ambientais, agrônomos, zootecnistas, veterinários, administradores rurais, outros.

O novo Secretário Executivo é técnico de carreira - Elisafam Sales a quem desejo sucesso, liderança para conduzir o seu povo com competência e objetivos claros. Por ser empresa privada, ainda não li o plano de carreira, se tem alguma coisa ligada à produtividade de cada servidor.  Se não tem é bom que tenha, um gatilho flutuante para valorizar a competição interna na busca efetiva de resultados.

No meu discurso eu disse a todos - que não quero perseguição a ninguém, não quero caça às bruxas, não quero ninguém no corredor, de castigo, por motivos políticos e que não irei usar a Emater em benefício político como cabo eleitoral em nenhum momento. Quero a Emater simplesmente Emater e nada mais. Quanto aos salários serei cuidadosa para pagá-los sempre dentro do mês.

No entanto, os desafios são grandes, vamos ter que olhar a produtividade da nossa agricultura, participar ativamente da nova economia do Estado que é a piscicultura, aumentar a produtividade do leite, ajudar a resolver os milhões de hectares de pastos degradados e improdutivos, e contribuir fortemente para produção de projetos que venham a dobrar os investimentos produtivos no Estado vindos dos bancos oficiais de desenvolvimento.

Enfim, prestar uma assistência técnica presencial e usar também as modernas tecnologias da informação através do rádio, da Internet, das mídias sociais, dos livros, enfim, ajudar a mudar o ambiente rural com uma educação eficiente, profissionalizante, no todo ou em parte ao modelo das escolas de alternância (EFAS - escolas famílias agrícolas).

Boa sorte a toda família da Emater.

2 comentários:

Shalimar Alcântara disse...

Bom dia! Como é bom saber que a agricultura familiar continuará sendo reconhecida, respeitada e principalmente fortalecida nessa nova gestão. A assistência técnica, social e ambiental é fundamental para o desenvolvimento do pequeno agricultor (assentados da reforma agrária, extrativistas, ribeirinhos, indígenas,quilombolas e pescadores artesanais). Que Deus nos abençoe nessa empreitada.

everaldovencedor17 disse...

A visão do homem empreendedor,sempre agradará àqueles que gostam de produzir de verdade.Vejo agora,que a nossa Mãe dos produtores rurais será mais atenciosa,carinhosa e acolhedora para com seus filhos dos campos verdes de nossa querida Rondônia.Terra onde tudo que se planta dá.Como diz meu amigo Ari Santos,Rondônia,um nordeste com chuvas e um Paraná sem geada. Avante Emater!! Que os filhos teus te esperam de Campos abertos, para receber a boa semente da produtividade.