Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

sábado, 27 de novembro de 2010

ESTE COMPUTADOR AINDA VAI ME ENLOUQUECER

Gente do céu, nunca vi a rapidez como a tecnologia avançou rápido no mundo. Tem menino de 18 anos ficando milionário de um dia para outro invenando coisas no computador. Eu morreria de fome, incapaz declarado de fazer uma planilha no excel.

Agora, emails eu sei receber e passar. Pior de tudo, não estou mais dando conta de responder. Tem cara que me passa anexos de 100 páginas e quer que eu leia. Irmãozinho eu ainda sou humano, por enquanto. Gentileza me passar apenas telegraminhas ultracurtos.

E agora veio o celular. Lembro-me quando cheguei à Câmara dos Deputados em 1995, não havia nem computador no gabinete e nem celular pra ninguém. E o Brasil inteiro quase ninguém tinha celular. Michel Temer era Presidente da Câmara na época que ofereceu o primeiro computador para cada gabinete. Foi uma festa. Depois veio um celular, ainda o tenho até hoje, com o mesmo número. Todo pegou o celular, eu não.  Pensei comigo, não quero um "porra" desta que não me dá sossego nem um minuto. E deixe lá na secretaria sem pegá-lo.

Depois de quase l ano fui buscar o meu. E não o larguei mais. Carrego o inferno no bolso. Agora, uma novidade - a iphone, acho que é assim que escreve. O troço é cheio de ferramentas, enxadas, picaretas, martelos, foices, bigornas e cada uma delas faz um serviço diferente. Confesso pra vocês, que agora vou pirar, não estranhem quando me virem por aí plantando bananeiras.

Veio mais novidades para ajudar a subir a minha pressão - twitter, facebook, badoo, msn, orkut, flickr, formspring, está vendo? Ainda querem que eu seja normal.

Um comentário:

Henry Icsan. disse...

Governador Confúcio, já diziam todas as avós para todos os netos: cautela e caldo de galinha nunca fizeram mal a ninguém, (este ditado, aliás, creio que seja lá das Minas Gerais). Assim como é o caso de aqui dizer: é de bom alvitre e faz bem para a saúde já irmos acostumando a tratá-lo com o mais alto e merecido tratamento de Governador que Vossa Excelência conquistou por mandato popular.
Como vinha tentando lhe dizer: cautela e canja são pintos para o pensador e poeta Governador Confúcio. Enlouquecer, jamais! Ademais, V. Exa. já foi pela poesia enlouquecido de tanta sanidade mental e física. E social então nem se fala.