Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

OLHO MAIOR DO QUE A BARRIGA


O nosso problema é o olho grande. O pecado da gula. Gulo em todo sentido, até mesmo, a mania de querer mais do que se pode. Vejo tudo isto também na agricultura familiar. O produtor quando pega um lote quer logo plantar trinta mil pés de cafés. Só ele, mulher e filho. Imposssível. Aí sai na rua arrotando vantagem. Dizendo que tem trinta mil pés de cafés. Puxa vida. É impossível pouca gente plantar e cuidar bem de um cafezal deste tamanho.

Não seria mais razoável plantar três mil pés. Na forma da boa técnica. Com irrigação, adubação, tratos culturais, colheita seletiva dos grãos maduros, isto é, namorar com cada pé de café. Namorar mesmo. Porque uma lavoura perene como cacau, café, frutiferas, cada arvore é um filho. E tem-se que cuidar de cada uma delas como se fosse um filho ou noiva ou namorada ou melhor de todo coração.

Uma planta bem cuidada produz por dez outras plantadas e deixadas na "quiçaça" e daí a pouco não se dá conta de cuidar direito e lá vem o fogo e vap. Acaba com tudo. Mais tarde o que era para ser perene se transforma numa baita capoeira. E mais tarde um "pastinho" chocho.  Gente do céu, chegou a hora de deixar de ser "olho grande". Cuide bem do que se planta. Com toda orientação técnica da EMBRAPA, EMATER e de quem possa ajudar.  Tá legal?

Nenhum comentário: