Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

A COMITIVA DE BRASÍLIA ESTÁ AQUI



O Ministro Nelson Jobim cumpriu a palavra. Chegaram na madrugada de ontem representantes de três ministérios para ver de perto a situação da nossa saúde. O pessoal ficou impressionado com o quadro. O técnico da Defesa Civil estava meio acuado entre as tragédias das enchentes e desmoronamentos em São Paulo, Rio de Janeiro e a nossa situação, que de tão crônica, agora, agudizou-se, como os repetidos desastres das chuvas torrenciais que anualmente viram notícias. Talvez a nossa calamidade ou situação de emergência justifique-se pela grande mobilidade de gente nova para o Estado, com a construção da usinas hidrelétricas do Rio Madeira.Pode ser mais um agravante.

Hoje, a comitiva irá a Cacoal dar uma olhada no Hospital Regional e depois é que emitirão os seus pareceres e contribuições. Enquanto tudo isto acontece e que pode ainda demorar, já vou me cuidar de fazer o dever de casa. E sei que por mais que venham recursos e apoios federais, a maior parte da efetividades será a nossa própria força e criatividade.

 Mostrar a realidade serviu de alerta que nem tudo é mar de rosas no SUS. Que na teoria é o máximo.  Na prática financia até os planos de saúde privados na alta complexidade. E no mais um baita apartheid entre ricos e pobres.

Não vou reclamar e nem chorar nos seus ombros, vou agir.

14 comentários:

Hermerson Alvarenga disse...

Embora as catástrofes ambientais (ou humanas), no RJ e em SP tenham preocupação e relevância a nível nacional, não podemos deixar que isso tire o reflexo e singularidade do caos da saúde em Rondônia.

É notório também que esperar uma medida somente do governo federal, e como ficar de braços cruzados esperando cair do céu!

A medida realmente é simples!
É meter a mão na massa, e começar a trabalhar!

Porém, o que me deixa ainda preocupado é com relação a essa expectativa que se impõe as ideologias "Confusianas".

Por fim, é aguardar pra ver o resultado, (mas nunca de braços cruzados).

Anônimo disse...

Infelizmente alguns sites e colunistas que ainda não aceitaram o resultado das urnas, estão chamando a sua medida de populista, não acho que seja populismo mostrar a realidade e pedir socorro, visto que o governos anterior apesar até da greve dos funcionaris da saúde, pedindo não só reajuste mas também que fossem tomadas emdidas para o caos no JP II, não foram atendidos. O governo anterior só sabia colocar a culpa na prefeitura pela ausencia de um pronto socorro municipal. O que não sabemos é onde foi parar tanta verba que foi repassada para o Estado como contrapartida das usinas? Cad~e o dinheiro? Onde foi investido? A população não sabe, porque com certeza no JP II, não foi.

Fabiola Fonseca disse...

tenho plano de saúde de nível nacional, porém, não quer dizer nada, uma vez que moro em guajará- mirim e aqui todos vão parar no Hospital Regional, tão carente que dias atrás sofreu reforma com a ajuda do Exército e Comerciantes locais. Tanto faz vc ter um plano da Unimed como ou um simples cartão do SUS, só temos um pronto socorro, todos somos levados pra lá e consequentemente mandados p/ capital, pois não há ortopedistas, cardiologistas, etc. E isso contribui p/ a superlotação do Hospital João PauloII...È lamentável Senhor Governador, mas venho acompanhando continuamente suas ações desde que assumiu e confio na sua força e determinação em tranformar Rondônia...

Anônimo disse...

Caro Governador,

Todos os órgãos devem ser envolvidos, conforme V.Excia. já noticiou. Nunca olvidar que as licenças das Usinas envolviam vários benefícios, que não estão sendo cumpridos em sua totalidade. Fazer um pente fino no exato cumprimento de tudo quanto foi formalizado entre as Usinas e os vários órgãos dos três governos.

Anônimo disse...

Governador será que o local do Hospital do Câncer(próximo ao 5º BEC) que nunca saiu do papel, onde os ex- diretores ou responsáveis desviaram os recursos, poderia ser um local para atender os doente do JP-II ou quem sabe reativar para atender, pois a estrutura de engenharia é de um hospital.Fica minha sugestão.

Solar disse...

Concordo que a situação na saúde de Rondônia se agravou com a mobilidade de pessoas vinda de outros Estados, em decorrência de uma oportunidade de emprego nas Usinas hidrelétricas do Rio Madeira, pois o Estado não tinha uma infraestrutura adequada nem para atender a sua população, imagine um aumento considerável dessa população. É um absurdo a falta de planejamento, sou favorável ao crescimento, mas a um crescimento com responsabilidade.
O SUS realmente não é um mar de rosas, porém sem esse " SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE" seria muito pior, digo isso não só para a classe menos favorecida, mas para as classes em geral que também se benenficiam desse sistema.
É necessário também ensinar a população a procurar o tipo de atendimento necessário da baixa a alta complexidade.Para um melhor atendimento.

Tati disse...

Ola Sr. Governador... Primeiramente, desejo que Deus o ilumine nessa jornada frente ao Governo de Rondônia... Sou moradora de São Francisco do Guaporé e gostaria de saber quando teremos o hospital daqui inaugurado.... Acredito eu, e corrija-me se estiver enganada, que a inauguração do hospital ajudaria a "desafogar" um pouco os hospitais da capital visto que poderia atender a nossa população e a de Costa Marques (isso claro, com um bom quadro de profissionais e equipamentos necessários). A população anseia por essa inauguração. Atenciosamente. Tatiana (tatimlima@bol.com.br)

Anônimo disse...

ASSIM COMO NÃO TEREMOS MAIS AÇÕES ESPETACULARES DO IBAMA, EXERCITO, SEDAM, PM FLORESTAL, ESPEREMOS QUE NÃO MAIS TEREMOS COMISSÃO DA SAUDE DE BRASILIA AQUI NO NOSSO ESTADO.

BOA GOVERNADOR. SUA EXCELENCIA ESTA ENCERRANDO UMA FASE CALAMITOSA DA SAUDE EM NOSSO ESTADO.

MINISTERIO PÚBLICO ESTADUAL E FEDERAL DEVEM ESTAR FAZENDO SUA PARTE ATE 30 DE DEZEMBRO DE 2010.

QUEREMOS NOSSO $$$$$$$$$$$ DE VOLTA.

Professora Marcia Gertrude disse...

Parabéns Governador....isso ai,chorar não vai adiantar,o senhor esta no caminho certo. Agir,o povo precisa de gente que tem ação....

Anônimo disse...

Confesso que não me surpreendeu. Somente, talvez, aos que não o conhecem mais de perto. Mas, mesmo à distância, pelo modo como se comunica e atua politicamente, já se pode intuir sobre sua personalidade equilibrada. Refiro-me à confidência derradeira, mas não a última. A curiosa postagem, que vai dar o que falar, SEM FOTO NA PAREDE, assim como está posta pelo senhor governador, no inovador e revolucionário Blog do Confúcio, é só mais uma de suas confidências. O que, para alguns, seria mais uma confissão, mas não o é. Posto que é somente mais uma, mas outras virão e sempre, pedagogicamente, de caráter inovador e informativo. Em meio aos disparates de tantos egos inflados de personalidade duvidosa, de gosto duvidoso, como foram alguns dos ex-governadores que o antecederam, (à exceção, salvo melhor juízo, do saudoso Teixeirão). Até aqui tem-se visto, como se viu e continuaremos vendo, a empulhação que foi o governo Cassol e do apalermado e espertalhão Cahulla, chapéu e bigode juntos, (já se via, não daria mesmo liga), que deixaram escondidos os fiasco e furos da estapafúrdia e enganadora administração à frente (ou seria atrás?) do comando e controle da administração pública estadual, junto com o médico Amado, fiel escudeiro, com fama de bom (?) administrador, do Hospital de Base, (mas não somente a ele deve-se imputar tal deturpação e desmando administrativo, há, sabidamente, hospitais particulares beneficiados), e do mais apagado secretário estadual de saúde, que ninguém mais lembra do nome. É, pois, diante de tanta mediocridade, juramentada ou não, que o desejo de Sua Excelência de não ter pendurado nas paredes pelo Estado afora, leia-se o Palácio, as Secretarias, as repartições estaduais a perder-se de vista, o seu retrato, com aquela careca luzidia e pensativa, a que tem direito o nosso atual Governador de Rondônia, Confúcio Moura. Procure-se por toda a Ariquemes, bela e pujante cidade do Vale do Jamarí, mas não se encontrará nenhum retrato do ex-prefeito Confúcio Moura, enquanto esteve à frente e ao lado da população ariquemense como seu grande Administrador Municipal. Portanto, e por tantos outros argumentos e reflexões que a confidência confuciana venha a causar, pró ou contra ter o seu retrato, legitimamente conquistado, a ser posto nas paredes das inúmeras salas da Administração Estadual de uma Nova Rondônia, o Senhor Governador já disse que não aceita, não o quer, a ponto de sugerir uma foto da vitoriosa bandeira de Rondônia ou então uma foto do lago do Cuniã. Ponto. Agora, se dependesse de mim, amigo anônimo leal, mas não anônimo amigo desleal, gostaria de sugerir a foto do Governador Confúcio Moura e da Primeira Dama Alice Moura, sua bela esposa e companheira de todas as horas, excelente médica. Fica a sugestão. Fica a sugestão. Por que não? Henry Icsan.

Anônimo disse...

Sr.Governador,

Muito bonitas as suas palavras em seu Blog, no entanto, com todo meu respeito as ações estao deixando a desejar principalmente por parte de sua equipe administrativa da saude em nossa area especifica.

Venho lutando na minha area de atuação, a area de cirurgia e traumatologia buco maxilo facial para melhora nas condiçoes de trabalho e atendimento onde desde 2007 quando tomei posse como funcionario estou fazendo cirurgias nos pacientes do SUS com meu instrumental cirugico pessoal pois estao faltando instrumentais, materiais e equipamentos, adequados para minha especialidade ja solicitadas desde abril de 2009 e no entanto ate o momento nao fomos atendidos e para azar meu e dos meus pacientes principalmente do SUS esta semana tive meu carro aberto durante a noite e minha caixa que estava no banco de tras do carro foi furtada e nao tenho condições financeiras de adiquirir uma nova caixa em curto prazo, principalmente levando se em consideração que basicamente sobrevivo do salario baixo pago aos cirurgioes dentistas buco maxilo faciais pelo estado que e cerca de uma quinta parte do salario pago aos medicos, embora a responsabilidade profissional seja particamente a mesma.

Oras governador, o sr. e medico e sabe que nao tem condições para utilizar afastadores e instrumental de fazer uma laparotomia em uma cirurgia para uma fratura facial e tao pouco de usar furadeiras domesticas, tipo Black and Decker, usadas na ortopedia, para realizar uma delicada cirurgia na face fraturada de um ser humano, temos equipamentos proprios para tal disponiveis no mercado.

Sei que sua equipe da saude esta trabalhando afim de amenizar e resolver este estado de calamidade publica que esta a saude publica de Rondonia porem creio nao estarem dando a devida atenção ao nosso problema que eh o problema da pupulação que sofre de um politraumatismo facial e nao dispoe de recursos ou ao menos de um plano de saude para trata-lo.

Estou por meio deste post lhe implorando em desepero um pouco de atenção ao nosso problema, sei que sao muitos os problemas a serem resolvidos, mas rogo sua atenção em especial para nossa situação bem como dos nossos pacientes pois ainda que a mortalidade dos traumatismos faciais nao sejam grandes sua morbidade e sequelas deixam danos muitas vezes irreverssiveis a identidade de um ser humano afinal a nossa face eh nosso cartao de visita alem do mais nao deve ser pior para uma pessoa nao poder abrir a boca ou mesmo mastigar direto um bom prato de comida por causa de uma deformidade mal resolvida.

Por favor nao tenha em mim um critico ou um inimigo,pelo contrario tenha em mim um aliado e um bom vassalo nesta cruzada para tirar da calamidade publica a saude de Rondonia estando a dipor como funcionario e parceiro neste desafio para melhorar a situação dentro da minha area profissional no entanto presciso de sua ajuda para que isto se torne ralidade.

Respeitosamente apresentando minhas saudações.

Mauricio Costa

Rodrigo disse...

O Governador está no caminho certo. A saúde foi deixada de lado por muitos anos e hoje se encontra neste caos. Jaru também tem sofrido muito em se tratando de saúde. A coisa está tão bagunçada que nem hospital particular tem mais aqui e o Municipal caindo aos pedaços. Devia ser decretada intervenção estadual na saúde do município de Jaru. Outrossim, governador, não se esqueça dos enfermeiros que estão aprovados no último concuso da SESAU e que estão na lista de espera, ansiosamente querendo trabalhar e contribuir para a solução dos problemas da saúde no Estado e Municípios.

Lorena Medeiros disse...

A reportagem do JN foi de suma importância para Rondônia. Isso só me faz ter mais certeza de que esse é o papel do jornalismo, mas infelizmente não é o que realmente acontece. Por outro lado, que triste filme nós observamos sentados em nossas cadeiras, me senti tão incapaz de mudar os problemas da sociedade. Espero um dia poder usar o jornalismo para ajudar em situações como essa que RO está vivendo. Que o Senhor tenha sabedoria para solucionar os problemas desses cidadãos que tanto necessita de cuidados. Abraços

jesus de oliveira brasil disse...

Senhor Governador!
A situação da educação estadual no municipio em que moro esta uma verdadeira bagunça; não sabenos quem é o representante da SEDUC e os coordenadores da sua campanha aqui estao se matando na disputa peo poder; engraçado eu vi na sua campanha eleitoral palavras tão consideraveis quanto a educação e no entato estaos nesse impasse! O senhor em um dos seus pronunciamentos colocou que nas escolas seria gestao democratica, estamos esperandoVotei no senhor acreditando na moralização!Resolva essa situação!