Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

MEDIAÇÃO E PAZ NA ESCOLA

A cultura da paz também deve ser ensinada na escola. Como também os núcleos escolares de mediação de conflitos. Porque na escola está o segmento da sociedade em formação, a infância e a juventude. Brigas fora da escola, dentro dela, indisciplina, falta de respeito, barulho, depredação do patrimônio e todo tipo de incivilidade é a queixa mais comum dos professores. Não conseguem manter a disciplina na sala de aula.

Por isto, é necessário que a escola mude a sua configuração e coloque a paz como disciplina obrigatória e que venha incutir fortemente na desprogramação que cada criança traz da sua família para o meio da comunidade escolar. A escola não pode ser celeiro de todas as amarguras, conflitos, doenças sociais que se debatem no silêncio da sua própria desigualdade.

São duas ações estratégicas do governo - geração de oportunidades e capacitações para todos. É só isto. Que já é muito e o Brasil ainda não conseguiu oferecer ao seu próprio povo. Então, ao menos a escola pode ser a base da estruturação real desta sociedade em agonia, representada pela massa ainda plástica do seu povo, que é sua juventude.

Mediação para se conduzir os seus próprios conflitos. Sentar e conversar abertamente. Cultura da paz conforme preconiza a UNESCO em suas cartilhas espalhadas pelo mundo inteiro. E aos poucos a implantação da ESCOLA ABERTA a todos.

7 comentários:

claudete Maria dos Santos/CACOAL disse...

Governador

Essa proposta é sem dúvida muito pedagógica, porém sem a participação da familia, em primeiro lugar, e de órgãos relacionados a infancia e adolescencia, acredito , que o Estado/escolas/professores pouco poderão fazer. Há que haver envolvimento de todos. O senhor deve se lembrar de como era a disciplina nas ecolas no tempo em que estudou, com certeza era a mesma da minha escola, mas a participação da familia era digamos "obrigatória". Enfim, foi perdido aquele sentimento de amor à escola e ao conhecimento...ficou em algum lugar no passado. Mas a meu ver isso se deve ao nosso modelo economico. Que DEUS o abençoe.

Constantino Lagoa.'. disse...

republiquei no meu blog que é sobre educação e está começando a engatinhar.
quem quiser dar uma navegada por lá é só acessar: http://menntun.blogspot.com

Anônimo disse...

Quem trabalha em escola sabe q não é tão fácil assim essa paz acontecer, a escola sempre fez sua parte, mas não depende unicamente dela,são vários fatores q interfere...uma dela são as familias desestruturadas e essas leis q acabam protegendo os mal feitores, ficam sem punição,falta justiça acontecer. Agora a escola tem q assumir a responsabilidade q é da familia.Chega... tem q ser revisto essas leis.O professor já ganha uma miséria, corre risco de vida toda hora dentro da escola e ainda é culpado por tudo de ruim q acontece...CHEGA!

Anônimo disse...

SOU TECNICO DA EMATER TRABALHEI EM SÃO FRANCISCO DO GUAPORE EU JÁ VI ALUNOS ESTUDANDO DEBAIXO BARRACO DE PALHA

Juscélio disse...

O grande desafio é a inclusão dos que ainda não frequentam as escolas. Resolvida esta questão, vem realmente a qualificação dos profissionais da área e o envolvimento das famílias e de toda a sociedade na implantação de valores morais para uma melhor formação do novo cidadão.

Orientadora disse...

É bem a propósito essa discussão porque a educação vive um momento de transição entre os tempos em que ensinar o "aprender a ser" e "aprender conviver" eram tarefas de responsabilidade da família e hoje por diversas razões, esses dois pilares se encontram na educação formal, que antes ocupava-se só do "aprender a aprender" e do "aprender a fazer". Mas toda mudança de paradigmas é paulatina e , nós os trabalhadores em educação precisamos nos ater cada vez mais em modernizar o foco do nosso trabalho e a nossa prática, para acompanharmos as mudanças sociais que vem ocorrendo.

Anônimo disse...

SENHOR GOVERNADOR ELEITOR, SOU SEU ELEITOR DE CARARTEIRINHA, E FUNCIONARIO PUBLICO,GOSTARIA QUE FOSSE NOMEADO PARA PASTA DA SESDEC,UM SERVIDOR DA CATEGORIA, ESSE É UM DESEJO DE TODOS OS POLICIAIS CIVIS-RO, ATÉ BREVE E SUCESSO NA SUA JORNADA,COMO GOVERNADOR, E QUE DEUS ELUMINE SEUS CAMINHO E DE SEUS FAMILIARES.UM FELIZ NATAL, E A BENÇAODE DEUS NOS PROTEJA EM 2011.