Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

sábado, 4 de dezembro de 2010

INDÚSTRIA DE TACOS E DECKS EM XAPURI

Vi uma indústria madeireira como nunca antes havia visto. Toda com máquinas em série. Controlada por modernos sistemas de computadores, parte vinda da Itália e outra da Alemanha. A indústria foi construída pelo Governo do Acre e hoje funciona como uma PPC (PARCERIA PÚBLICA E COMUNITÁRIA).

Governo comprou e montou tudo. O objetivo seria o de utilizar a riqueza florestal da região, vinda de manejos comunitários, pequenos produtores, todas com licenciamento e certificação, para  produzir dois containeres diários de tacos para exportação. Com o câmbio supervalorizado só a China consegue exportar, o real está muito forte e não consegue competir fora.

A produção hoje é de meio container diário e vendido no mercado interno. Mesmo assim, a empresa paga 150 mil reais por mês pelo uso de toda estrutura, que foi cedida por 15 anos em PPP (parceria publica e privada). O
objetivo do Governo do ACRE foi o de atender aos seringueiros, pequenos produtores que tendo a certificação de suas terras, o valor da madeira fica alto e é competitivo no mercado. O outro dado importante é a mão de obra é local.

Jandir Santini atual concessionário da empresa me disse "a certificação é um caminho sem volta".  No mercado externo que não tiver origem certificada da madeira não conseguirá vendê-la bem. O madeireiro não precisa de medo. É só ter um pouco mais de controle. Além de tudo o pó de serra, refugos e aproveitamento de madeira, vai para forno para produzir energia térmica para a própria empresa e 30% mais barata do que a energia vendida pela Eletronorte.

Os pequenos produtores vendem a madeira, tudo orientado e ganham bem. A empresa oferece a qualquer morador e fornecedor de madeira uma média de lucratividade de mais de 600 reais ao mês. Vendendo algumas árvores todo mês.

Mais uma empresa social administrada num regime misto.

3 comentários:

carlos disse...

permita-me dizer-lhe que a floresta nos dá suas árvores para trabalhos industriais e outras riquezas, mas carecemos urgentíssimo pensar e por em prática projetos de reflorestamento. Em massa. Em quantidade e tamanho amazônicos, pois espaço de áreas degradadas gigantesco atestam nosso também gigantesco atraso em gerar riquezas com o reflorestamento de árvores nativas e alienígenas (se for preciso). É o maior espaço existente no Estado de Rondônia a ser absorvido em prol da melhoria de vida todos os rondonientes.
contacto:
carlos vieira da silva
carlos.democracia@gmail.com

carlos disse...

Sou administrador de empresas e escritor. Casado com Maria do Socorro, pai de Mônia, Daniel e Mariana. Está chegando meu primeiro neto Caio Alexandre. Fui Gerante Geral do Banco do Brasil por esse Brasil inteiro, durante cerca de 20 anos e com a eleição de Confúcio Moura para governar meu Estado de Rondônia, perfilo-me de prontidão para exercitar minha cidadania.
contacto:
carlos vieira da silva
carlos.democracia@gmail.com

erminda2011 disse...

OLÁ QUERIDO AMIGO CONFUCIO
SOU A MIÚDA DA BATALHA DA CAMPANHA. FIQUEI FELIZ PELA SUA VITÓRIA E ESTOU ME EMPENHANDO PARA CONQUISTAR UM ESPAÇO JUNTO A SUA EQUIPE.
ESTOU ENVIANDO MEU ORKUT.
ESPERO PODER FAZER PARTE DA SUA COMUNIDADE.
ABRAÇOS CORDIAIS MEU E DE MEU AMIGO ALAN FRANÇA.

ERMINDA