Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

domingo, 12 de dezembro de 2010

HOJE É DOMINGO VOU DE POESIA PRA VOCÊS

Esta poesia foi inspirada na bela paisagem da cidade de Canela no Rio Grande do Sul, quando a visitei em 26 de outubro de 2004 e fiquei hospedado no Hotel Laje da Pedra.


LAJE DA PEDRA

O sol pendia o seu peso no leito da montanha, cansado do dia a sua labareda perdeu a cor, tingiu de vermelho os paredões de pedras, confundiu o verde da vegetação rala, pôs fogo nas águas dos ribeirões encravados nos vales e fez tiras de fumaças subirem aos céus.

Não me cansei de observar aquele paraíso de cores, aqueles raios perdidos que me impediram de ver os segredos das riquezas escondidas no entardecer frio de Canelas no Rio Grande do Sul.

O encanto me despertou diante de um mudo desconhecido, eu um pobre homem da linha do Equador, exposto ao cortante vento frio da serra, aos agasalhos desconhecidos, lábios descamados, jatos de fumaças exalados dos pulmões a marcaem o compasso da vida e ali naquele ponto do mundo a observar a incalculável sabedoria da natureza.

Nada por ali se abate, nada é triste, nem a noite, nem a agonia do desafio porque da própria visão sai o alento que anima a vida. Aquela visão de grandeza, de não se atingir nenhum limite, aquela permanente sensação de vôo suave, de asas abertas e de se deixar levar pelo vento do entardecer, de ir mais alto e pousar nos píncaros distantes do outro lado invisível ao ninho do sol.

As duas cidades dormem na mesma cama, no leito esculpido pelos séculos e daqui de cima, desta laje de pedra, fico olhando perdidamente a ermo, na dura pedra que segura o mundo, que não para, vejo passar Canela e depois Gramado, as serras, os rios, as brumas dos ventos, as consicências das pessoas, as vidas em movimento, os precipícios escondidos e o frio que une os amantes nas noites e nos sonhos.

(Confúcio Moura)

7 comentários:

Raquel Volpato Serbino disse...

Bom dia, Governador!
Ser saudado com um poema no domingo é um privlégio. Todos devem estar agradecidos.
As Serras Gauchas realmente nos envolvem pela alma, de tão bonita é aquela região.Total encantamento com a natureza. E elas fizeram com que o grande poeta que há no senhor se manifestasse. Mais uma faceta para ser aplaudida!

mara melo disse...

Qdo viajar para joão pessoa visite SOLÃNEA,AREIAS,depois guaramiranga no ceará tem bom clima e festival de jazz.....se precisa de mais informação estamos aqui.

Francimar Levino disse...

Fico feliz por ter um governador poeta!

Anônimo disse...

MARAVILHOSO!!! AMO A FORMA COM QUE SOPRA VIDA Á SEUS POEMAS

“OS POETAS TRANSCEDEM SEUS PRÓPRIOS SENTIMENTOS
PARA TORNA VISÍVEL A PLENITUDE DO AMOR.


id

Claudete M dos Santos disse...

Governador

O senhor me remete ao passado, não mto distante, o lugar onde nasci...Deus o abençoe sempre!!

raimundinha disse...

De norte a sul, agradecemos a Deus pela linda e generosa mãe natureza.
No norte um brilhante homem poeta e governador. "Homem da linha do Equador"
No sul, paraíso de cores, riquezas e belezas de “Canelas no Rio Grande do Sul.”
Que pelas ondas desta poesia nos dá o encantamento de viajar também do norte ao sul.
Obrigada ao poeta Confúcio Moura, que nos presenteia com esta poesia neste domingo de calor. Obrigada ao Governador!
(Raimundinha Caires - Ex. Sec. de Buritis.)

Anônimo disse...

E o poeta se fez pássaro, pousou lá no alto,observou. Abriu as asas lentamente para sentir o vento, o cortante sopro de vida. Dali viu tudo, ouviu tudo, sentiu tudo. E depois escreveu pra gente se arrepiar com o afável sentimento que é a escrita.