Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

domingo, 26 de setembro de 2010

DISTRITOS 3

Hoje, domingo, nem parecia ser porque foi um dia igual aos demais. Num besourozinho motorizado (helicóptero) saímos de Cacoal para mais uma jornada de visitas aos distritos rondonienses. Foi longa a viagem, olhando pra baixo e vendo a secura dos pastos e a monotonia da paisagem seca. De quaando em vez ponto de queimada e fumaceiro no ar.

I - IZIDROLÂNDIA - pequena comunidade distante 100 km de Alta Floresta. Pousamos num campo de futebol, como sempre, e só havia na cidade um culto católico, igrejinha verde, um pé de mangueira frondosa de lado, cânticos. Entramos e ficamos. Até o fim do culto. Não havia padre, leigos fizeram a celebração, um pão caseiro foi dividido entre os fiéis. Não deu pra todo mundo. Por fim rezamos o Pai Nosso. Gostei. Voltei ao passado. Fazia tempos que não participava de uma missa ou mesmo um culto como este. Valdir Raupp esteve junto, Marinha Raupp também. Ao final conversamos com o pessoal sob a gostosa sombra da mangueira.

II - FLOR DA SERRA - pertence a Alto Alegre dos Parecis. Aqui tudo é diferente. Todo espaço é preenchido por pequenos agricultores familiares. Fazendões tem, mas, bem mais pra longe. Ali é um portal para as grandes pescarias. Por perto há o Mequens, rio piscoso. Sempre gostei de Flor da Serra, tive um amigo, o Ezequias que chegou a Vereador. Eles ocupavam o Mequens, entraram em conflito com a Funai, intermediei quando fui deputado outra terra pra eles. Conseguimos. E tudo terminou muito bem. Menos para o Ezequias que terminou assassinado a mando de um colega vereador. Covardemente assassinado. Encontrei-me com os filhos e a viúva dele, a Severina, foi um reencontro gostoso.  Uma reunião deibaixo do arvoredo, ll horas, sol de rachar.

III - ALTA FLORESTA para uma carreata. Atrasamos muito no trecho. A visão na viagem de bezourinho é deslumbrante. Fazendas imensas, de perder de vistas, monotonia, estradas em baixo, riscos de córregos, sobe e desce dos morros. Amontoados adensados de moradores, são os assentamentos de reforma agrária, muita gente, é enorme a diferente entre o grande criador de gado e o colono. E tudo é agricultura. Do mesmo jeito. Chegamos, como esperávamos bem atrasados, mas, o clube estava cheio em Alta Floresta, meio dia, discursos longos. Falei com conhecimento, tecnologia, modernização, pesquisa cientifica. Coisa distoante do ambiente, mas, eu quiz provocar, que não se pode governar para trás, para o primitivo, mas, com a luz abençoada do conhecimento cientifico. E Rondônia se quiser ir pra frente tem que ser com este pensamento.

IV - BOA ESPERANÇA - também um bom estirão de viagem. Disitrito de Chupinguaia, aqui, nem falar, é só fazenda, aqui e ali um quadrado de mata, um imenso retângulo de pastagem, a vista cansa e é assim mesmo. Um guaraná e algumas bolachas, um saquinho de amendoim japonês. Foi só isto e ainda bem. O bezourinho pousou mais uma vez, Valmir estava por lá nos esperando, Vereador Carlito também, outro Vereador que ainda não conhecia o Rogério. Seguimos para uma festa de idosos, identifiquei-me com a terceira idade, a minha também. Uma galinhada. Nem queiria comer, já havia comido bolacha no avião. Insistiram, então comi. As professoras me falaram a realidade do local. Duas escolas, uma estadual com 160 alunos e outra municipal com muito mais alunos. A estadual não vai bem. Os professores quase todos são emergenciais. Entram e saem. São de Vilhena. O transporte escolar é ruim.Tem segundo grau a noite. E assim vai. Sem compromisso com a qualidade. Apenas formalidade educacional.

V- NOVO PLANO -outro distrito bem maior de Chupinguaia.  Da mesma forma do anterior. O pessoal no  domingo debaixo da árvores. Ali tudo tem jeito de faroeste, o boi e o cavalo fazem parte de suas vidas. Bares e mesas de sinucas. Gente bebendo cerveja. Passei pelo Posto de Saúde, ainda improvisado,de tábuas, médico em visitas periódicos, medi a pressão arterial, tudo bem, 10 x 6. Legal. Um dileto vereador nos recebeu e fez as honras da casa. Esqueci-me do nome dele agora.

VI - CHUPINGUAIA - a cidade está bem melhor. Cara de cidade. Vazia devido a um festival de música que se realiza no Distrigo de Corgão. Fizemos visitas, fomos à casa do Gaucho e Maria Tereza. Odon estava na festa de igreja católica. Fomos a campeonato de sinuca. Muita gente. Todo mundo de cara cheia. Cerveja a rolé. Um frigorifico imenso na cidade, movimenta tudo, caminhões de bois gordos entrando. O preço está bom, 88 reais a arroba, nunca vi uma coisa desta. Parece que está faltando boi e o preço disparou. Quem tem boi gordo está  rindo a toa. Fomos para o aeroporto, agora, o bezourinho seguiu para outros rumos, e nós, pegamos outro avião e fomos para Alvorada do Oeste.

VI - ALVORADO DO OESTE - comício. Pra mim foi o maior comício da campanha. Grande. Fátima Gavioli e Viturino abriram os discursos. Ela mestra em educação. Como sempre é um show. Edsom Martins, Camarão da Sucam, Marinha Raupp. e Raupp - todos maravilhosos discursos. Eu fechei chamando Alvorado para vir pra cá, porque é um momento histórico importante pra nós todos. Vamos ganhar as eleições e preciso do voto do povo de Alvorada. Parabéns ao Prefeito Laerte e ao meu amigo, ex-Prefeito Paulino que não me canso de elogiar pela sua seriadade e por ter construído esgoto sanitário para todos nesta pequena cidade rondoniense. Alvorada está toda vaidosa porque o asfalto chegou e com grande qualdiade.

Vejam bem, este foi o meu domingo. Agora, cheguei em Ji-Paraná e fiz este texto para  não esquecer depois. Boa noite. E boa sorte.

Nenhum comentário: