Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

CHICO PADRE E DIONÍSIO SHOCKNER


Aí estão a meu lado dois pés de aquariquaras que vão se torcendo em si mesmos, volteando em seus eixos, dobrando-se em músculos e peles, mas, resistem com enorme força a máquina do tempo. 
Dionísio é um dos poucos remanescentes ferroviários, foi maquinista da ferrovia Madeira-Mamoré, dentro dele está a história de Rondônia, a saga da Ferrovia do Diabo. Tem nas veias o sangue dos barbadianos. Gente trazida quase como escrava para o trabalho duro e insalubre durante a construção da ferrovia extraordinária. 
Chico Padre é baiano do pé rachado, unha sapecada pra cima de tantos tropeções em pedras e tocos. Ainda rema no aguaceiro de Rondônia como Presidente da Federação da Agricultura do Estado. E de mês em mês voa que nem águia para Brasília para participar dos debates  sobre agricultura, agronegócio, código florestal, negociação de dívidas com os bancos. O homem não tem sangue nas veias, tem é seiva de aroeira, itaúba e aquariquara. Um cheiro forte de canela preciosa que teima em viver sua vida de missionário de classe.

Nenhum comentário: