Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Banco da Amazônia está na contramão da história


Uma das teses do comunismo, na sua fase de implantação era esta máxima: "QUAL A DIFERENÇA ENTRE FUNDAR E ASSALTAR UM BANCO - SE AMBOS SÃO FEITOS PARA LESAR O BEM COMUM?".
Eu gostaria que o BASA - um banco de desenvolvimento regional não seguisse este princípio extremamente capitalista. Recebi ontem, da Gerente Executiva - GEMAF Sra. Cristina Ferreira Alves Lopes, ofício nº 2010de 15 de janeiro deste ano, negando o credenciamento do Banco do Povo de Ariquemes, para participar do Programa Amazônia Florescer - de microcrédito. "O BASA DECIDIU LIMITAR, TEMPORARIAMENTE, A EXPANSÃO DO PROGRAMA A. FLORESCER".
O que é isto companheira?
Pelo que sei só há um ou dois municípios no Pará com o Programa. Que vergonha o BASA negar a uma instituição popular de economia solidária o seu credenciamento? Mahammad Yunus ganhou prêmio Nobel da Paz pela economia solidária. E o Basa não.  Não. Ao invés, Cristina, de limitar você poderia era aumentar. Porque a Amazônia é o berço da exclusão. Um banco de desenvolvimento voltado para os pobres seria o máximo. Eu não vou engolir esta, minha senhora, não vou mesmo.
Espero que este comentária lhe chegue as mãos. Eu estou morrendo de vergonha. BASA até quando o seu dinheiro voltará ao Tesouro Nacional por falta de iniciativa de emprestá-lo a quem dele necessita?

Nenhum comentário: