Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Aterro Sanitário


O lixo nosso de cada dia. Cada pessoa produz o seu lixo. E o seu lixo tem a sua cara. Porque cada um dispensa ao lixo um pouco da sua personalidade. Porque lixo é lixo. Não é igual.  Jogar o lixo por cima do muro. Rolar o lixo para o canto do  quintal. O lixo jogado na rua.  O lixo fora da lixeira. O lixo fora de hora à porta da casa. O lixo recheado de desperdídio. Porque pouca gente ajuda a limpar a cidade. Termina que a cidade se não for varrida vira lixão. É tanto plástico, ponta de cigarro, papel, papel, latas e comidas na rua. Tudo isto pode ser reciclado. E dar emprego para muita gente.  Ouvi escrito que lixo é luxo. Separado direitinho pode ser reaproveitado. Tem muita gente que cata latinha na rua. Perto de bares e nas festas. Outros separam ferro, cobre e aluminio. Depois pesa e vende. Ariquemes produz 70 toneladas de lixo por dia.  Breve tudo irá para o aterro sanitário. Grande parte é matéria orgânica. Haverá grande produção de gases, como o metano. O metano pode se transformar em energia que produzirá luz e força para o próprio aterro. Muita coisa está à nossa frente para ser feita. E deve ser feita. O nosso aterro fica pronto no final deste ano. O mais difícil é a gestão dele. Com competência. Aterro mal gerido é um lixão melhorado.

Nenhum comentário: