Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

domingo, 10 de janeiro de 2010

As redes de vizinhança



O que cabe a uma Prefeitura no Brasil na segurança pública parece pouco. Mas, tem muito que fazer. Talvez tanto quanto o Estado e o Governo Federal. E tudo é muito simples. Porque o povo é bom. Maioria das pessoas está preocupada com a vida e com o serviço duro. A gente vê exemplo de brasileiro que achou dinheiro no bolso de casaco doado na calamidade de Blumenau. E sai procurando o dono pra devolver. E devolveu. Veja uma coisa desta. O outro gari que achou dinheiro no banheiro em Brasília. Um monte de dólares e saiu correndo para entregar ao dono. Está vendo aí como é o povo brasileiro? Agora tem um punhado de bandido por aí. Que não são muitos. Mas, que pouco tempo atrás fecharam completamente a cidade de São Paulo.


Uma gangue pode infernizar uma cidade inteira. Um estuprador sozinho põe em pânico uma cidade. Um traficante perverte a ordem de todos. Então, o município pode criar e deve alguns programas singelos de envolvimento social pela paz. Uma delas foi feita em Betim – Minas Gerais. A rede de vizinhança. O que acontecia com uma casa de imediato as outras entravam em ações. Pode ser por um apito. Um foguete. Uma ligação telefônica. Uma toalha na parede. Uma bandeira vermelha. Qualquer sinal para que o vizinho veja a situação difícil em que se encontra. Daí pra frente é mexer com vespeiro. A denúncia premiada e sigilosa. A pregação da cultura da paz na cidade, a começar pela escola. A iluminação pública, a boa escola e bons serviços públicos para os pobres. É por aí. É só um começo, mas, extremamente importante.


Um comentário:

Anônimo disse...

É uma ideia maravilhosa. eu vou conversar com a diretora do lar betel. é meu vizinho. quero ver uma forma de começar um trabalho com as meninas que ja me chamam de tia . eu quero aprender um pouco ali dentro para depois tentar isso nas escolas. um trabalho voluntario nas horas vagas. quando começar as aulas eu vou até as escolas para doar meu livro nas bibliotecas e conversar nas salas para incentivar os alunos a ler mais. irei ver a permição dos professores para praticar essa minha vontade. TODAS AS SUAS IDEIAS SÃO MARAVILHOSAS. PENA QUE MINORIA QUER POR A MÃO NA MASSA PRA ACONTECER DE FORMA CONCRETA. A UNIÃO FAZ A FORÇA. NUM FORMIGUEIRO, QUANDO UM ESTRANHO TENTA INVADIR , LOGO TODAS SÃO ALERTADAS. E DAÍ, COITADO DO INVASOR!