Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

REUNIÃO EM JI-PARANÁ

Fui à Ji-Paraná, ontem, para conversar com os Prefeitos e Secretários de Saúde  dos quatro municípios, considerados regionais em saúde - Ariquemes´(Prefeito José Márcio Londe Raposo), Ji-Paraná (José Otônio, que é vice e representou o Prefeito Bianco), Cacoal (Prefeito Padre Franco) e Vilhena, que foi representada pelo Secretário Municipal de Saúde, Prefeito José Rover  está em viagem.

Fui acompanhado pelo Secretário de Saúde Alexandre Muller, adjunto José Batista da Silva, Chefe da Casa Militar Mauricio Gualberto e pelo Procurador Geral Dr. Valdeci.

O Objetivo é o de fortalecer as regionais de saúde, fazendo uma verdadeira barreira ao encaminhamento de pacientes à capital, salvo aqueles realmente agendados, com vagas garantidas.  A minha proposta será de cooperação com as prefeituras, liberando recurso financeiro para garantir a aquisição de  próteses e materiais necessários para cirurgias ortopédicas, neurológicas e outras.

Ficou para a próxima semana as assinaturas dos convênios. Com a presença do Procurador Geral do Estado, que com colocou a instituição a disposição, para o atendimento prioritário. Em Vilhena - também mais outra parceria para funcionamento da UTI.

A contratação de médicos especialistas pelo Estado também foi objetivo da conversa e colocados a disposição dos municípios. De igual posição em Cacoal, devido o Hospital Regional ainda não ter funcionamento pleno, daí se estabelecer apoio ao Hospital Municipal com alguns especialistas, em caráter provisório, para auxiliá-lo no atendimetento dos doentes da sua cidade e de outras mais.

O objetivo é segurar  doente no interior, perto de sua casa e ser ali bem atendido, evitando a superlotação atual do Pronto Socorro João Paulo II. A reunião foi proveitosa e todos comprometeram-se a colaborar.

5 comentários:

DIRLEY disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rafael disse...

Um boa e viável opção seria a implementação do hospital universitário, cuja estrutura física ja existe, faltando apenas interesse político para o início de seu funcionamento.

carlos coqueiro disse...

Carlos Coqueiro disse...
Governador,
O povo de Rondonia haverá de ver nos próximos quatro anos, a revolucao que V.Exa., farà na saúde desse Estado. Quem viver, verá. Eu creio nisso!
e-mail: jccoqueiro@yahoo.com.br

kerley_cabral disse...

ok, otima atitude em criar uma "barreira" para que os doentes possam ser bem tratado em suas cidades de domicilio, contudo gostaria de humildemente sugerir a elaboraçao de um questionario social e patologico, para que em posse disso possa se fazer uma imediata triagem dos atuais doentes do Joao Paulo, pois tenho certeza que com medidas simpres e parceria com postos de saude da capital, poderia-se ver uma pequena parcela de pacientes, não mais ocupando os correcores e ambientes super lotado que se encontra hoje o hospital

ass: kerley cabral

Anônimo disse...

Sr. Governador.
Como homem preocupado em a saúde pública, que beneficia a populaçao carente, acho que deveria dar uma olhadinha junto a UFRJ, onde estão tentando colocar para a saúde publica um medicamento muito ineressante, mas que está encontrando dificuldades junto a Vigilancia Sanitaria, me refiro ao Medicamento ZINDUCK, É SÓ FAZER UMA PESQUISA NO GOOOGLE.
o sR. VAI QUERER SABER MAIS.