Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

SEGURANÇA PÚBLICA - O EXERCÍCIO PARA FAZER CERTO



(Polícia Científica)



Tudo é causa para o crime. Desigualdade social. Desagregação familiar. Pobreza extrema. Falta de experiência do jovem para o primeiro emprego. Distúrbios psiquiátricos. E assim vai. Tudo é causa para a violência. 

Quanto a causa do crime parece não ter motivo justificado. “Quem mandou mexer comigo”. “Deus não estava ali naquela hora”. “Eu estava drogado”. E assim vai, com este lengalenga de justificativas tolas. 

Mas, por onde começar, meu Deus do céu? – Por onde começar?

Pelo começo. De qualquer lado pode-se começar. Usar a estatística do crime e se possível o motivo do crime. Depois agir ali. Por a policia perto do local do crime. Enquanto se vai mexendo os pauzinhos para melhorar os fatores externos, como o social, a educação, emprego e renda e oportunidades de crescimento na vida. 

Ajustar o pessoal. Despolitizar as polícias. Buscar de todos os meios a preparação continuado do pessoal. Investigar bem o crime, o local do crime, uma polícia técnica minimamente organizada com bases cientificas para o esclarecimento do crime. Para uma boa instrução dos processos. 

Ir aos presídios, quem sabe por lá não tem muito doente, dependentes químicos, que ali mesmo possam ser recuperados, com equipes multidisciplinares?

Na realidade é boa vontade, decisão política, equipe bem composta, metas de desempenhos, plano estratégico de trabalho. É por aí meu irmão. É por aí.

2 comentários:

Lorena Medeiros disse...

O senhor perguntou em seu texto: "Mas, por onde começar, meu Deus do céu? – Por onde começar?" Respondo-te. Começa pela educação, educação é a base de TUDO. Enquanto não houver bases sólidas, nossa população continuará procurando soluções sem fim. Na reportagem do JN no ar aqui em Cacoal, o jornalista Ernesto Paglia mostrou a realidade de RO. O analfabetismo atinge 9,8% da população, praticamente o mesmo índice da média nacional. Isso sim é um absurdo. O mais engraçado de tudo é que mesmo com esse índice, os educadores continuam sem reconhecimento, ganhando um salário miserável, ouvindo o que não devem e sendo agredidos (verbalmente e fisicamente) dentro das salas de aula. Há 8 anos os educadores não sabem o que é receber um ajuste dígno. Sei muito bem do que estou falando, meus pais são professores. Abraços

Manoel disse...

Primeiramente parabéns pela expressiva votação Dr. Confúcio;
venho a seu Blog elogiá-lo pelo reconhecimento que tem e importância que demonstra pela Polícia Científica;
Pude fazer parte de seu governo em Ariquemes (SEMSAU);
Agora, o esperamos no Governo de nosso Estado;
Grande abraço
Manoel Real