Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

PRESERVAR FLORESTAS COM COMPENSAÇÃO E POBREZA NÃO



Guajará-Mirim, Itapuã do Oeste, Buritis e Porto Velho guardam grandes reservas florestais. No entanto, estas cidades tem verdadeiros dramas sociais. Guajará vive às turras com uma depressão econômica visível e demorada. Porto Velho com problemas sociais seríssimos. Itapuã nem se fala. Buritis também.

No entanto, todas elas tem as maiores reservas florestais do Estado de Rondônia. Como é que pode? um discurso mundial de preservação, de punição a todos aqueles que ameaçam a floresta e no entanto, praticamente nada de novo, nada a mais em dinheiro, nada mais em pesquisa, nada  em educação especial, nada em tecnologia. Puxa vida!

Alguma coisa está errada. E tudo isto deve ser objeto de política estadual, nós e só nós poderemos mudar este estado de coisa, de injustiça contra estas cidades, verdadeiros celeiros de bons exemplos e só estão levando na tarraqueta e vivendo de brisas. Não é assim. O bom exemplo é a Zona Franca de Manaus, houve preservação ambiental com a implantação do maior pólo industrial do Brasil.  Tudo deve ser uma estrada de mão dupla. Tome oxigênio e me dê meios para viver com dignidade.

Nenhum comentário: