Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

INTERNAÇÃO DOMICILIAR É POSSÍVEL

Prestar cuidados paliativos para pacientes que não tem mais chances de viver. Aqueles portadores de câncer terminal, outras doenças cronicas e degenerativas que os doentes não tenham mais nenhuma chance conchecida de recuperação. Aí sim, entra a INTERNAÇÃO DOMICILIAR.

Vi pela primeira vez este serviço em Sobradinho - Distrito Federal. Foi de lá que copiei o modelo e em 2005 e implantei em Ariquemes. Deu certo. Coisa simples. Eficiente. Além do mais cria-se com a internação domiciliar uma nova profissão - os cuidadores de doentes terminais.

No meu tempo de estudante de medicina, em Goiânia, Hospital Araújo Jorge, de Câncer, o paciente terminal seria aquele que se oferecia pra ele apenas o RHD - Regime higiênico e dietético. Mas, pra isto, não necessita do doente ficar no hospital, ele pode ficar em casa, cercado de cuidados da família, de afeto de todos.

Não tenho dúvidas que é o melhor modelo e qualquer doente, desde que esteja consciente dà a mais completa preferencia e autorização.

5 comentários:

Anônimo disse...

Seria interessante colocar os alunos de medicina, das faculdades do nosso Estado, para realizar esse tipo de serviço, servindo até de estágio.

Anônimo disse...

Continue firme nesta caminhada, o povo esta com voce e Rondonia precisa de um governante que pense coletivamente.Parabens!

Anônimo disse...

Pra enriquecer essa discussão: o programa do idoso do Oswaldo Cruz faz um trabalho exclusivo de marcação de consultas, não é feita uma visita domiciliar quanto mais uma internação domiciliar e, os idosos ficam "penando" no chão do JPII, quando a equipe do programa é completa de profissionais de saúde mas não tem condições de trabalho para exercer esse serviço. Quando solicitam o carro para algum serviço, a direção vem com 4 pedras nas mãos... Isso tem que mudar, governador!!!

Anônimo disse...

Pra enriquecer essa discussão: o programa do idoso do Oswaldo Cruz faz um trabalho exclusivo de marcação de consultas, não é feita uma visita domiciliar quanto mais uma internação domiciliar e, os idosos ficam "penando" no chão do JPII, quando a equipe do programa é completa de profissionais de saúde mas não tem condições de trabalho para exercer esse serviço. Quando solicitam o carro para algum serviço, a direção vem com 4 pedras nas mãos... Isso tem que mudar, governador!!!

Carlos disse...

Primeiro parabenizamos a equipe do gov. Confúcio, a qual nos parece, a príncipio,uma verdadeira familia, com objetivos comun, que Deus os ilumine e conceda a graça de êxito em suas ações, quanto a saúde, em especial a questão da superlotocação dos hospitais do estado é vergonhosa, faltou gerenciamento, em quase todas as ações, só não naquelas aquisições sem previo empenho e sem cobertura contratual, mas isso é problema para a nova equipe de governo resolve-las, a título de contribuição, apenas, seria um fator prepoderante a implanatação do "PROGRAMA DE INTERNAÇÃO DOMICILIAR-PID", é um programa do Ministério da Saúde, prever recursos financeiros para implantação das ações e de facíl implantação, basta boa vontade e determinação dos gestores, não trata-se de nenhum milagres, apenas, querer faze-lo, boa sorte a toda equipe, estaremos torcendo para que o estado de Rondônia volte a ocupar um lugar de destaque n mídia nacional, de forma que possamos nos orgulhar de novo de ser um povo dessa terra.