Este blog vai ser redirecionado!

Blog redirecionado em 6 segundos!
http://confuciomoura.com.br
Aguarde.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

O ARTISTA INCONFESSÁVEL

JOÃO CABRAL DE MELO NETO




Fazer o que seja é inútil.

Não fazer nada é inútil.

Mas entre fazer não fazer

mais vale o inútil do fazer.

Mas não fazer para esquecer

que é inútil: nunca o esquecer.

Mas fazer o inútil sabendo

que ele é inutil e bem sabendo

que ele é inútil e que seu sentido

não será sequer pressentido,

fazer:porque ele é mais dificil

do que não fazer, e dificilmente

se poderá dizer com mais desdém,

ou então dizer mais diireto ao leitor Ninguém

que o feito o foi para ninguém.

Nenhum comentário: